Greve dos caçambeiros

Há seis meses sem receber pelos serviços prestados ao governo do Amapá, os caçambeiros entraram em greve hoje. Estacionaram suas caçambas  na frente da Secretaria de Transportes (Setrap) e lá fazem um ato público exigindo o pagamento pelos seus trabalhos. Muitos deles dizem que já estão sem crédito nos açougues e mercearias e suas famílias estão passando fome.

Tremei, compradores de votos!

Guilherme Lages e Rommel Araújo

O juiz Guilherme Lages será empossado hoje no cargo de membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP).
A sessão solene de posse está marcada para às 17h no plenário do TRE.
Em 2008, fazendo parte da Comissão de Fiscalização junto com os juízes Rommel Araújo, Marconi Pimenta e Alaíde de Paula, ele não deu sossego para os  políticos que não aprendem que voto deve ser uma conquista e não uma compra.
O quarteto, sempre de olhos bem abertos, varava pela madrugada trabalhando para combater a troca de votos, o abuso do poder econômico e outros crimes.

Tá valendo a luta!

Por unanimidade a Câmara aprovou no comecinho da madrugada o texto-base do projeto que restringe a candidatura de políticos com problemas na Justiça.
O PMDB, PP, PR e PTB ainda tentaram adiar a votação, mas a manobra não deu certo.
Agora é ficar de olho para a votação dos destaques que deve ocorrer hoje.

Para conhecer melhor o projeto, as sugestões que podem alterá-lo (credo!!!) e os próximos passos recomendo a matéria do Leando Colon, no Estadão (aqui), e o sítio Congresso em Foco.

Dos deputados amapaenses só dois não estavam na sessão: Jurandil Juarez (PMDB) e Lucenira Pimentel (PR). A Ausência de Jurandil é mais do que justificada. Sua mulher foi baleada no joelho por assaltantes ontem quando chegava em casa. Quanto a Lucenira, não sei porque faltou.

Alô, alô, CEA e Caesa

A rua Paraná, no bairro Santa Rita, está na mais completa escuridão. Acabou de estourar um transformador lá. Os moradores dizem que noite sim e na outra noite também o problema se repete. Já não aguentam mais tanta falta de energia.
Dizem que lá todo e qualquer compromisso é marcado em função da CEA. Algo assim: “Muié, nós vamos namorar hoje antes ou depois da explosão do transformador ?”

Uma tubulação de água da Caesa está quebrada há oito meses desperdiçando água perto do Poeirão.