Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

Trincou a aliança PDT-PP

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/06/10 as 11:03 pm

PDT e PP já não dividem a mesma cuia de munguzá.
O quiprocó tá tão grande por lá que o PDT já pensa em lançar candidato ao governo. A Executiva do partido está reunida neste momento para tratar do assunto.
Agora há pouco , no twitter o deputado federal Bala Rocha  disse que está crescendo um movimento pela candidatura própria do PDT. Ele contou também que hoje no Palácio do Setentrião o secretário Máximo e o prefeito Marmitão quase partem para a agressão física porque Máximo, mais uma vez, “detonou” o ex-governador e pré-candidato ao Senado Waldez Góes (PDT).
“Desagregador. Esse é o conceito do secretário Máximo, dentro do PDT. Muitos acham que o esporte predileto de Máximo é falar mal de Waldez”, disse Bala.

PDT e PP estão juntos desde a eleição de 2002, quando Waldez Góes (PDT) foi eleito governador tendo na vice o médico Pedro Paulo Dias (PP). Em 2006 a dupla foi reeleita. Em abril deste ano, Waldez Góes renunciou ao mandato de governador para candidatar-se ao Senado e Pedro Paulo então assumiu o governo e é candidato à reeleição.

REPETECO - Se a aliança for desfeita, repete-se o que aconteceu em 2002 com PSB e PT. A historinha é a mesma. Em 2002  João Alberto Capiberibe (PSB) renunciou ao mandato de governador para disputar o Senado. A petista Dalva Figueiredo era a vice-governadora, com a renúncia de Capiberibe ela assumiu o governo. PT e PSB romperam. Dalva candidatou-se à reeleição e o PSB lançou Cláudio Pinho ao governo. Os dois perderam.

Seminário de Aquicultura

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/06/10 as 3:18 pm

Por Dulcivânia Freitas, da Assessoria de Comunicação da Embrapa

Linhas de crédito para aquicultura familiar, produtos naturais na alimentação de peixes, manejo e prevenção de doenças em peixes cultivados estão entre os temas a serem discutidos durante o 2º Seminário de Aquicultura do Estado do Amapá: Boas Práticas de Manejo para a Saúde de Peixes, realizado pela Embrapa Amapá nos dias  8 e 9 deste mês, no auditório do Museu Sacaca, em Macapá (AP).

A cerimônia de abertura acontece às 8 horas desta terça-feira, 8/6. A expectativa dos organizadores é de 250 participantes neste evento, entre técnicos de extensão rural, piscicultores de vários municípios do Amapá, estudantes de graduação e pós-graduação, professores, pesquisadores e palestrantes de vários estados do Brasil.

Durante os dois dias do seminário, as políticas públicas focadas em manejo, ração, produção e saúde de peixes em pisciculturas serão apresentadas por gestores públicos e pesquisadores por meio de quatro painéis temáticos e palestras. O coordenador do evento, pesquisador Marcos Tavares Dias, explica que o principal objetivo é informar e abrir espaço para discussões sobre aspectos relacionados às boas práticas de manejo para melhorar a  sanidade em piscicultura e desenvolver esta atividade de forma produtiva e rentável.

Como parte do seminário,  será distribuído aos participantes um folder com informações técnico-científicas sobre doenças causadas por parasitos em tambaqui cultivado na Amazônia. A realização do II Seminário de Aquicultura do Estado do Amapá conta com o apoio do CNPq, Instituto Estadual de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (IEPA) e Ministério da Pesca e Aquicultura.

PROGRAMAÇÃO – Na terça-feira, 8/6, o evento contará com painéis de temas abordando “Aquicultura familiar e linhas de crédito no Estado do Amapá” e “Manejo em piscicultura intensiva”, pela manhã e à tarde, respectivamente. No primeiro  atuará como moderador o superintendente Federal do Ministério da Pesca e Aquicultura do Amapá, Ricardo Ângelo Pereira de Lima e na relatoria o agrônomo Henrique Akioo Fujisaki.

Na quarta-feira, 9/6, segundo e último dia do seminário, serão apresentadas palestras vinculadas aos painéis “Manejo sanitário em piscicultura” e “Cadeia produtiva da piscicultura no Amapá e a indústria de rações”, pela manhã e à tarde, respectivamente. Pela manhã, as palestras serão mediadas pelas biólogas Elziane Sandrin, da Piscicultura São Geraldo,localizada em Sertãozinho (SP) e Márcia Kelly Reis Dias, bolsista do CNPq em projeto de pesquisa da Embrapa Amapá. No período da tarde, às 14 horas, o painel “Cadeia produtiva da piscicultura no Amapá e a indústria de rações” contará com a mediação do superintendente Federal do Ministério da Pesca e Aquicultura do Amapá, Ricardo Ângelo Pereira de Lima e relatoria da pesquisadora  Eliane Yoshioka.

Sou PIG

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/06/10 as 10:14 am

Este blog abriu espaço sábado para publicação de releases das assessorias de partidos e candidatos que vão disputar as eleições deste ano.
Imediatamente recebeu um release da assessoria do pré-candidato ao governo Jorge Amanajás (PSDB) e publicou.
O blog Repiquete, da Alcilene Cavalcante, também publicou release do PSDB.
Isso, não se sabe porque, irritou profundamente o assessor de comunicação do Partido dos Trabalhadores que passou a rotular esta blogueira e a Alcilene como membros do PIG.
Neste caso entendo PIG como sigla de Pessoas Inteligentes e Generosas.
Ora, ora, vê se pode. A petezada tucuju quer mandar nos blogs e decidir o que pode e o que não pode ser publicado. Tá muito pior que o Sarney em 2006.
Aprendam: tentar me calar é inútil. É o mesmo que querer tirar a lua do fundo do rio Amazonas.
Pelo que conheço da deputada federal Dalva Figueiredo, do prefeito Nogueira e do deputado estadual Joel Banha essa presepada do “açeçor” não foi ordenada por eles. É como diz a Alcilene “Deu a lôka na comunicação do PT”.

Pense nisso

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/06/10 as 10:00 am

“Melhores ou piores, é a mesma coisa.
A bota que nos pisa é sempre uma bota.
Já compreendereis o que quero dizer:
Não mudar de senhores,
mas não ter nenhum”

(Bertolt Brecht)

Dora Nascimento é a vice de Camilo

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/06/10 as 9:34 am

Encontro Estadual do PT, realizado ontem, homologou a coligação com o PSB. Ficou definido que Dora Nascimento será a vice na chapa encabeçada por Camilo Capiberibe ao governo do estado e que Marcos Roberto será o candidato ao Senado ao lado de João Alberto Capiberibe.
No encontro ficou decidido também que o PT, ainda esta semana, deve encaminhar ao governador Pedro Paulo Dias uma relação com os nomes de todos os petistas que ocupam cargos no governo pedindo que sejam exonerados.
A convenção dos dois partidos – PT e PSB – ficou marcada para o dia 27, na quadra da escola Azevedo Costa.