Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

Dia: 11 de fevereiro de 2011

Em liberdade

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/02/11 as 5:07 pm

Preso desde o dia 18 de dezembro pela Polícia Federal, num desdobramento da Operação “Mãos Limpas”, o prefeito Roberto Góes acaba de ser colocado em liberdade.
O alvará de soltura foi expedido pelo ministro Otávio Noronha.

Seed divulga hoje relação de professores para renovação de contratos temporários

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/02/11 as 2:12 pm

A secretária de Estado da Educação Miriam Correia disse agora há pouco ao blog que será divulgada no final da tarde de hoje a relação dos cerca de 700 professores que terão seus contratos administrativos renovados. Todos eles são do processo seletivo realizado em 2010 e comprovadamente estavam em sala de aula.
Eram mais de três mil contratos administrativos que foram reduzidos para 700, uma vez que a Seed remanejou para a sala de aula professores efetivos que estavam desviados de função atuando em outros setores, principalmente burocráticos.
Dentre os contratados administrativamente ano passado muitos só apareceram na escola uma vez para se apresentar, depois sumiram mas ficaram recebendo integralmente os salários. Outros, apadrinhados por políticos, nem passaram na frente de uma escola. Estes não terão os contratos renovados.
Também não serão renovados os contratos dos professores de informática ou responsáveis pelos laboratórios de informática das escolas. Para o lugar deles, a Seed está remanejando professores, de primeira a quarta séries,  do quadro efetivo, que fizeram treinamento no Núcleo Tecnológico Educacional.

Hoje tem “Branca no Samba”

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/02/11 as 2:10 pm

A cantora e compositora amapaense Ana Martel   mostra seu lado brasileiríssimo no show, “Branca no Samba”, em duas apresentações, hoje e amanhã, no Armazen Beer. O repertório tem músicas de sua autoria e de compositores da velha geração, como Paulinho da Viola, Chico Buarque, Arlindo Cruz e os novatos no samba Pedro Luis e Roberta Sá. A banda base que acompanha Ana Martel é um show à parte, formada por experientes músicos de corda, sopro  e percussão que farão uma roda de samba inovadora.

Ana Martel é uma das poucas artistas nascida no Amapá que canta e compõe em parceria e individualmente. Pioneira, ela foi a primeira amapaense a gravar um CD com o incentivo da Lei Rouanet, o “Sou Ana” foi lançado com oito músicas de sua autoria e três de outros compositores. Em seus trabalhos mostra suas vertentes musicais incluindo toques de marabaixo, batuque, samba e word music. Ana faz ainda diferença quando faz parcerias. Os nortistas Zé Miguel, Joãozinho Gomes, Enrico Di Miceli, Sérgio Souto, Paulinho Moura, Ubiratan Porto e Val Milhomem são apenas alguns que contribuem para que a arte de Ana se complete.

Com quase 30 anos de carreira e muito chão em Macapá, Belém e outros cantos do Brasil, Ana Martel realiza, com “Branca no Samba” o sonho de ser reconhecida pela sua autenticidade e enraizada brasilidade. Com produção de Preta Cunha, o show é pra quem gosta de música brasileira com qualidade garantida.

Serviço:
Show: Branca no Samba
Local: Armazen Beer
Data: 11 e 18 de fevereiro
Hora: 22h30
Mesas antecipadas: R$ 60,00

(Texto: Mariléia Maciel – Foto: Sônia)

Primeira greve no governo Camilo

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/02/11 as 2:00 pm

Servidores da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) deflagraram greve hoje.
Eles reivindicam o pagamento dos seus salários referente ao mês de janeiro.
O presidente da Caesa, Ruy Smith, disse que há muito tempo não via os servidores em greve, “nem mesmo nos últimos oito anos de desmantelamento da empresa”.

Bebê indígena é roubado da Maternidade

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/02/11 as 1:52 am

Serinã Wãiapi, da aldeia Aramirã, deu entrada na maternidade pública Mãe Luzia na noite de quarta-feira. Às 4h30 de ontem deu à luz um menino. Ela e o bebê ocupavam o leito E da Enfermaria 4. À tarde, por volta das 15h30, durante o horário de visitas, seu bebê foi roubado por uma mulher que vestia um jaleco branco, provavelmente se passando por médica.
A mulher saiu pela porta da frente, com o indiozinho no colo, sem ser importunada por ninguém. Mas toda a ação da ladra de bebê foi filmada pelo circuito interno de TV.
O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública admite que a segurança daquela maternidade pública falhou.
Como se trata de indígena, a Polícia Federal foi chamada e já iniciou as investigações.