Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

Nosso jeito de falar

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 30/09/09 as 12:40 pm

O amapaense tem um jeitinho especial de falar, algumas palavras e expressões podem não ser entendidas por quem nunca andou por essas bandas.
Em abril de 2008 postei no meu antigo blog  um mini-dicionário de palavras, expressões e gírias amapaenses, que republico hoje aqui.
Afudega – afoba, apressa.
Ex:Nem te afudega que o show vai começar com atraso.
Amassa – aperta, tecla
Ex: Amassa nesse botão pra ligar o som.
Arreda aí – Afasta; dá licença

Ex: Arreda aí que que quero passar; Arreda esse sofá .
Bazuca – goma de mascar, chiclete

Ex: Me dá o troco em bazuca
Bora lá – Vamos ali.

Ex: Bora ali no shopping
Carapanã – mosquito

Ex: É nos meses de maio e junho que os carapanãs da dengue fazem a festa em Macapá.
Cabuçu - caipira, matuto

Ex: Aquele candidato é muito cabuçu. Vai levar peia na eleição.
Bombom – bala

Ex: Agora até nos ônibus nos passam o troco com bombons
Cruzeta - cabide

Ex: Maria, coloca essa camisa na cruzeta
Embrulhar – cobrir com lençol.

Ex: Embrulha essa criança que está fazendo frio.
Engilhado – enrugado

Ex: Credo! Esse papel tá todo engilhado
Eras! – Eu, hein!
Escangalhar – quebrar, estragar.

Ex: O meu carro escangalhou.
Filho de pipira – pessoa que vive pedindo.

Ex: Esse menino pede mais que filho de pipira.
Gala seca – idiota, imbecil, otário
Gito, gitinho – pequeno

Ex: Esse sanduíche tá muito gitinho
Lá embaixo – no centro comercial
Ex: Sábado eu vou lá embaixo fazer compras.
Mato – interior.

Ex: Vamos passar o feriadão no mato.
Menta - qualquer balinha que provoca ardor ou frescor, tipo halls
Merendar – lanchar

Ex: Eu merendei um pastel com refrigerante
Osga – lagartixa
Pão careca – pão francês
Papagaio – pipa. Empinar papagaio: soltar pipa.

Ex: Agora só dá pra empinar papagaio na praça. Na rua tá perigoso
Rapidola – rápido, sem demora.

Ex: Eu leio esse livro rapidola.
Torar - cortar ou quebrar.

Ex: Tora esse pão no meio pra nós

Égua, já leu e aprendeu tudo? Calma, eu não estou te xingando. “Égua” é uma das palavras mais usadas no Pará e no Amapá. É tão famosa que no Orkut foi criada a comunidade “Eu falo égua”.
Serve para exprimir uma variedade de sentimentos, como explica o professor e jornalista Ivan Carlo: “Égua – essa é, depois de deveras, a única palavra brasileira que pode ser usada em qualquer situação. Você pode usar égua para expressar dor, tristeza, alegria, admiração, espanto e até mesmo enfado. Se, por exemplo, passar pela sua frente uma morena jeitosa, você pode exclamar deliciado: “Égua!”. E não se preocupe que ela não vai achar que você está chamando-a de eqüina. Se, por outro lado, descer um disco voador no seu quintal, não pense duas vezes. Grite: “Égua!”.
Achou tudo isso pai d’égua (legal, bacana)? Então qualquer dia tem mais.

9 Comentários

  1. Daiane Paixao disse:

    É muito importante para reafirmarmos nossa identidade cultural e não termos vergonha por possuirmos um vocabulário popular amapaense. Alem de que é muito legal rir de todas essas expressões que falamos diariamente e nem nos damos conta.

  2. Mayra Oliveira disse:

    Muito bacana…adoro minha origem e não nego que adoro um Égua; Mana ou Mano, pera aí…e por aí vai.

  3. Zara Favilla disse:

    Adorei o glossário!
    Já tinha visto um mini-dicionário Paraense (que é parecido), Baiano, Gaúcho…
    Valeu a iniciativa de fazer o Amapaense!

    Passei o post pra todos meus amigos de Brasília, que sempre me perguntam:
    “O que foi que você disse?”

    Eraaas! :)

  4. anunciação disse:

    Muuuita coisa igual a nós aqui.Eu faço parte dessa comunidade mas quase nunca vou no orkut.

  5. Adelmo Caxias disse:

    Alcinéa, uma que eu acho legal, é a resposta do caboclo, quando a mulher dá confiança e ele avisa: “Hum! Te põe por meu lado!

  6. Sandra Santos disse:

    Muito legal, faz parte da cultura amapaense. bem quer poderia ser retratada em camisas, como por exemplo acontece em Belém, que existem camisas estampadas com a linguagem do paraense.

  7. Qual a diferença entre Esbandalhar e Escangalhar? Será que é a mesma coisa ou uma expressão serve pra dizer que uma tem jeito e a outra pra dizer que não tem?

    Tem também o:
    *Chutado: Rapído
    *Pezeta: (Ver Gala seca)
    Ex: Tú muito prezeta mesmo
    *Prego: (mesmo que pezeta)
    *Folêgo: mesmo que égua
    “Cus-caralho”: Com raiva
    Ex: O chefe tá “cus-caralho” com o pessoal da manutenção

  8. raimundo costa da silva disse:

    tem outras palavras como TORAVA – tirar uma soneca RAUL- grande CABEÇUDO – cabeça grande LASQUERA – desepção ATAIA – corta caminho PORRUDU – grandão BOIOLA – homosexual PASSA TELEGRAMAR – da uma cacada TURÃO – não aceita opinião PELADA – joga uma bola

  9. Ballarini disse:

    Vou deixar minhas palavras

    Tei tei – cheio,lotado
    Ex. O bar tá tei tei de mulheres

    Jarana- sovina, pão duro
    Ex. Pagues a conta seu jarana

Deixe o seu comentário!