Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

Voucher – MPF já denunciou os envolvidos

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 31/08/11 as 5:42 pm

O Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP) ajuizou ontem quatro denúncias contra 21 envolvidos no desvio de recursos do Ministério do Turismo (MTur). Entre os denunciados estão servidores públicos e empresários. As acusações são de formação de quadrilha, falsidade ideológica, peculato – obtenção de vantagem em razão do cargo – e uso de documento falso.

Na denúncia, o procurador da República Celso Leal detalha a participação de cada um dos acusados. Revela, ainda, a conduta deles no desvio de R$ 4 milhões do MTur – valor total de convênio para qualificação de profissionais no Amapá.

Esquema – Beneficiado pela fraude – efetuada pelos servidores públicos –, o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável (Ibrasi) apresentava prestação de contas falsas e realizava contratação de empresas de fachada para a execução do objeto licitado.

Investigadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) as empresas passaram a forjar documentos para simular a legalidade do processo. Constatadas as atividades criminosas, a Polícia Federal iniciou investigação que culminou na Operação Voucher com a prisão de 36 pessoas, 18 delas presas preventivamente.

Autos do processo indicando possível participação de parlamentar na atividade investigada serão encaminhados à Procuradoria Geral da República (PGR) para análise. Somente a instituição pode decidir se denuncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) pessoa com prerrogativa de função.

(Enny Danielle Alves, assessora de comunicação/MPF-AP)

4 Comentários

  1. Eduardo Dantas disse:

    Na realidade o Título deveria ser: Voucher – MPF já denunciou 21 envolvidos. Pois foi isso que aconteceu, 21 denunciados por 4 crimes. Sem dúvidas, o processo mais célere da história esse heim.

Deixe o seu comentário!