TJAP analisa recebimento de 5 denúncias contra ex-deputados

O Pleno do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) analisará nesta quarta-feira (5), a partir das 8 horas, o recebimento de cinco denúncias ofertadas pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), decorrentes da Operação”Mãos Limpas”, contra os ex-deputados estaduais Jorge Amanajás (ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado – ALAP), Eider Pena (ex-1o secretário da Mesa Diretora da Casa), Zezé Nunes, Mira Rocha, Leury Farias, Francisca Favacho e Keka Cantuária, além do ex-secretário de Finanças da ALAP,  todos acusados de formação de quadrilha, falsidade ideológica e peculato, pelo desvio de aproximadamente R$ 17 milhões do Poder Legislativo, mediante simulação de pagamento de diárias. O relator das ações é o presidente do TJAP, desembargador Carlos Tork.  Continue lendo

Gestores do Viveiro do Bailique elaboram plano de negócios para 5 anos

Os gestores do Viveiro Florestal do Arraiol do Bailique, localizado no arquipélago do Bailique, em Macapá (AP), participaram do treinamento de ferramentas gerenciais e comunicação, como parte da elaboração do Plano de Negócios do empreendimento gerenciado pelos extrativistas. A capacitação foi realizada no Sebrae Amapá e contou com a presenças dos responsáveis pela operação, administração e finanças, comercialização e comunicação do Viveiro. O Bailique está localizado na foz do rio Amazonas, é formado por oito ilhas onde residem cerca de dez mil pessoas distribuídas em 51 comunidades. Uma delas é a comunidade Arraiol do Bailique, onde residem 16 famílias.        Continue lendo

Razão de ser

Razão de ser
Paulo Leminski

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

Combate ao Aedes

Acontece até o dia 13 de abril, no bairro Pacoval, ação de combate ao Aedes aegypti. Nesse período, agentes de endemias do Município farão inspeções domiciliares e eliminação de criadouros do mosquito. A atividade também é educativa, já que os profissionais orientam os moradores a identificar possíveis focos e prevenir a proliferação do transmissor da dengue e de outras doenças.

Neste primeiro dia, 4 de abril, 54 agentes visitaram 5.648 casas no Pacoval. “Como o bairro é bastante populoso, faremos visitas por duas semanas ou até que todos os imóveis sejam inspecionados. O Pacoval é um dos bairros que têm crescido o índice de infestação do mosquito, por isso está recebendo ações de maneira intensificada”, explica o coordenador do Programa Municipal de Combate à Dengue, Kilder Vidal.

Moradores do Conjunto Embrapa também receberam visita dos agentes, que Continue lendo

Davi Alcolumbre é eleito presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado

O senador Davi Alcolumbre (Democratas-AP) foi eleito, nesta terça-feira (04), presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado (CMA).

“Defenderei a Amazônia e o Amapá como amazônida nascido no extremo norte do Brasil para que as riquezas naturais da nossa região voltem para os estados da Amazônia”, prometeu o senador após ser eleito.

De olho no Senado

Esse aperto de mão pode ser entendido como um compromisso entre o advogado Wagner Gomes e o presidente do PCB, Décio Araújo Gomes.
Estimulado por amigos, Wagner não descarta se candidatar ao Senado em 2018 e já está sendo procurado por diversos partidos. Um deles é o PCB.
No final de semana ele recebeu de Décio  convite oficial para integrar as fileiras da Partidão, com a garantia de ser o candidato do partido  na corrida ao Senado da República.

As cores de abril

As cores de abril
Os ares de anil
O mundo se abriu em flor
E pássaros mil
Nas flores de abril
Voando e fazendo amor

O canto gentil
De quem bem te viu
Num pranto desolador
Não chora, me ouviu
Que as cores de abril
Não querem saber de dor

Olha quanta beleza
Tudo é pura visão
E a natureza transforma a vida em canção

Sou eu, o poeta, quem diz
Vai e canta, meu irmão
Ser feliz é viver morto de paixão.

Escola e vida não podem ser separadas

Coletânea de textos traz a excelência da obra de Anísio Teixeira, um dos mais importantes filósofos da educação brasileira, cuja contribuição para a educação transcendeu seu campo de atividade e alcançou diversas áreas do conhecimento.

Por Inês Ulhôa

Anísio Teixeira nasceu em Caetité, pequena cidade do interior da Bahia, em 1900. Foi a partir das orientações paternas – “um espírito republicano, a quem não faltava uma nota de rebeldia voltairiana”, nas palavras do educador – que conquistou o mundo pela excelência de sua obra e sua paixão pela educação. Primeiro, formou-se em direito, e, apenas com 23 anos de idade, foi indicado para dirigir a educação no Estado da Bahia. Algum tempo depois, foi nomeado diretor de Instrução Pública no Rio de Janeiro, onde criou uma rede municipal de ensino que ia da escola primária à universidade.

Continue lendo