Ijoma: 7 anos cuidando de pacientes carentes

O Instituto de Prevenção do Câncer Joel Magalhães (Ijoma) completa nesta sexta-feira, 21, sete anos de serviço à comunidade. Para comemorar a data, haverá Missa em ação de graças nesta quinta-feira, 20, às 19h, na quadra da Igreja Jesus de Nazaré. No sábado, 22, será servido um café da manhã, às 8h, para os funcionários, voluntários e colaboradores, na sede do próprio instituto.

Nesses sete anos, o Ijoma cresceu, amadureceu seus projetos e, hoje, é uma realidade, despontando como um empreendedor social de relevância para o povo do Amapá, em especial, os mais carentes.

Somando a outras dezenas de atividades, o instituto realiza projetos, cursos e ações na área de prevenção do câncer e à outras doenças, com o apoio de um corpo técnico de profissionais abnegados e engajados no trabalho voluntário de atendimento nas áreas de clínica geral, psicologia, psiquiatria, pediatria, neurologia, urologia, ginecologia, nutrição, assistência social, serviço jurídico. Continue lendo

Show – Brenda Melo canta Gal Costa

O projeto de fazer um show com repertório de Gal Costa acompanha Brenda Melo há três anos, e agora está perto de ser realidade, no dia 6 de maio. Com a produção executiva de Brenda e Alan Gomes, responsável ainda pela direção musical, e banda formada pelos experientes músicos Fabinho Costa, Hian Moreira, Miguel Neto e Jeffrei Redig, o show Brenda Melo Canta Gal é um espelho de emoções e sentimentos, memória e reconhecimento da intérprete amapaense. Será no Bar Barril, com participação especial de artista mirim Beatriz Nelluty. Continue lendo

TJAP condena deputado e ex-deputados por desvio de dinheiro público

Em julgamento de mais duas ações penais ingressadas pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), decorrentes da Operação Eclésia, o Pleno do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) condenou, nesta quarta-feira (19), o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALAP), deputado estadual Moisés Souza, e o ex-deputado Edinho Duarte pelos crimes de peculato-desvio e dispensa ilegal de licitação. Em outra ação, o ex-deputado Agnaldo Balieiro foi condenado por uso ilegal da verba indenizatória Continue lendo

Maria Ester participa de coletânea de contos que será lançada em Genebra

Com o conto “Entre sereias e botos – o encantamento das águas” a escritora amapaense Maria Ester está na coletânea  Contos II,  que será lançada no próximo dia 29 no 31° Salão do Livro e da Imprensa de Genebra. Motivo de orgulho para todos nós amapaenses.
A coletânea é bilíngue (português e inglês). Organizada pela Helvetia Edições, reúne belíssimos contos de autores brasileiros.

Maria Ester  estreou na literatura com o romance “As aventuras do professor Pierre na terra Tucuju”, lançado em 2013 na Feira de Livros do Amapá. Mas além de romances e contos, escreve poesia. E das melhores. Está na coletânea “Poesia na Boca do Rio”, que reúne 16 grandes poetas amapaenses  lançada em 2015.
“O ato de escrever pode ser um dom, mas para mim é um desafio, sinto responsabilidade por isso, mas é também uma tarefa imensamente prazerosa, sou dedicada”, diz.

Quero ser atemporal!
Quero contar minha estadia no mundo
Em momentos de felicidades e desatinos.

Ela conta que  escreve por necessidade, mania, vício… Gosta de escrever à noite, rodeada de livros e tendo ao lado uma garrafa de café. “Sou movida a cafeína”. E escreve de fôlego, quanto mais inspirada mais os versos fluem… naturalmente. E não sente fome, sede (a não ser de café) nem vê o tempo passar.
Escreve, reescreve, lê, relê. Tem a mania de conversar com os escritos, gesticular, fazer caretas pra eles. É autora dos livros “As aventuras do professor Pierre na terra tucuju” e “François, o boto”.

Atendendo um convite meu filiou-se em 2014  à Rede de Escritoras Brasileiras (Rebra) participando das antologias “Assim escrevem as brasileiras”  e “Protagonismo Feminino”
Ela participa ativamente dos movimentos culturais. Debate sobre literatura produzida no Amapá, declama poesias suas e de outros autores (é apaixonada pela poesia de Aracy Mont’Alverne) e faz parte do Movimento Poesia na Boca da Noite, do grupo poético Pena & Pergaminho, da Associação Amapaense de Escritores e da Associação Literária do Amapá.

Parabéns, amiga Ester. Com seu talento e dedicação você vai longe.

Governo do Amapá e Consulado Português discutem construção de museu em Mazagão Velho

O governador do Amapá, Waldez Góes, recebeu na noite desta terça-feira,18, no Palácio do Setentrião, o vice-cônsul português na Amazônia, Francisco Brandão. O encontro foi acompanhado pelo secretário-adjunto das Cidades, José Carlos Marmitão.

Durante a conversa, a principal pauta foi o apoio do Consulado para a construção de um museu em Mazagão Velho, projeto que vem sendo desenhado desde 2006, após escavações e achados arqueológicos que contam a história da cidade. O projeto foi idealizado ainda nessa época durante os mandatos do então governador Waldez e o prefeito da cidade Carlos Marmitão, e agora está a um passo de ser oficializado. Continue lendo