Juiz federal do Amapá dá 72h para Torquato Jardim explicar fim da força tarefa da Lava-Jato

O juiz federal Hilton Sávio Gonçalo, da 6ª Vara Federal de Macapá, deu o prazo de 72 horas para que o Ministro da Justiça, Torquato Jardim, explique o motivo da extinção da força tarefa da Polícia Federal que conduzia as investigações da Lava-Jato, em Curitiba (PR). A decisão do magistrado se deu por conta de uma Ação Popular movida pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), contra o sufocamento da Operação, na última sexta-feira (7), em Macapá.
O senador pede a suspensão liminar dessa “reestruturação” do grupo policial, com a consequente manutenção do grupo de policiais dedicado exclusivamente às investigações de combate à corrupção, até que o Ministério da Justiça apresente estudos conclusivos sobre os impactos dessa medida na Operação.

Continue lendo

Senado aprova reforma trabalhista

Do Congresso em Foco

Depois de uma ocupação que durou entre 11h e 19h desta terça-feira (11) na Mesa Diretora do plenário, o Senado aprovou na noite desta terça-feira (11) o Projeto de Lei 38/2017, que promove a reforma trabalhista patrocinada pelo governo Michel Temer, em meio à pior crise de sua gestão, e altera diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A matéria foi aprovada com a promessa de que Temer, denunciado por corrupção passiva e sob julgamento na Câmara, compromete-se a vetar pontos polêmicos da proposta (veja a lista abaixo). Foram 50 votos a favor e 16 contra, com apenas uma abstenção. (Leia a matéria completa aqui)

Congresso do Povo chega à zona norte nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 12, Infraero I e II, Açaí, São Lázaro, Ilha Mirim, Parque dos Buritis, Palmares, Liberdade, Brasil Novo, Amazonas, Morada das Palmeiras, Boné Azul, Macapaba e Vitória Régia serão ouvidos no Congresso do Povo. A plenária será a primeira realizada na zona norte, após a escuta popular ter reunido todos os bairros da zona sul e centro de Macapá.

Com uma população estimada em 150 mil habitantes, superior a população do município de Santana, a zona norte tem se transformado, ao longo dos anos, desde Continue lendo

Do Amapá apenas Janete e Marcivânia são a favor da investigação contra Temer

Marcada para amanhã, quarta-feira (12), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ),a votação do parecer do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), favorável à instauração da ação penal contra o presidente Michel Temer.

Para que o parecer  seja aprovado na CCJ  são necessários 34 votos, ou seja, maioria simples. Mas independente do resultado, a denúncia será votada no plenário da Câmara e lá precisa de 342 votos para ser enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Até agora 184 deputados já declaram que são a favor da investigação, 139 são contra e 200 ainda estão indecisos.

Da bancada do Amapá, apenas Janete Capiberibe (PSB) e Marcivânia (PCdoB)  se manifestaram a favor da investigação; Cabuçu Borges (PMDB) e Roberto Góes (PDT) são contra. Os demais estão indecisos.