Chá da tarde

Mais sobre a operação Olho de Tandera

Em Macapá foram cumpridos cinco mandados, sendo 4 de busca e apreensão e um de condução coercitiva.
Os mandados de busca foram feitos em escritórios e empresas que teriam ligação com o empresário Elton Lira, que está preso desde junho acusado de dar golpes na previdência.
Foram feitas também busca e apreensão no apartamento da empresária e ex-candidata a vice-prefeita Daiane Lima. Ela foi conduzida coercitivamente para a sede da Polícia Federal em Macapá para prestar depoimento.

Operação Olho de Tandera – Ex-candidata a vice-prefeita de Macapá é levada para depor

 

A ex-candidata a vice-prefeita de Macapá pelo PHS, a empresária Dayane Lima, foi conduzida para a sede da Polícia Federal do Amapá durante a Operação “Olho de Tandera”, na manhã desta quarta-feira (20).

A operação investiga crimes de gestão temerária, gestão fraudulenta, apropriação indébita especial financeira, instituição financeira irregular, corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro. (Leia mais aqui)

No apartamento da empresária policiais federais apreenderam documentos

PF deflagra operação Olho de Tandera no Amapá, Pará e Tocantins

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 20, a Operação Olho de Tandera, com o objetivo de investigar os crimes de gestão temerária, gestão fraudulenta, apropriação indébita especial financeira, instituição financeira irregular, corrupção ativa e passiva, bem como lavagem de dinheiro, ocorridos em municípios do Nordeste paraense e Marajó, bem como em municípios localizados nos estados do Amapá e Tocantins. Estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e 13 conduções coercitivas Continue lendo

Obras raras e exposições

Professor Carlos Afrane faz palestra hoje, na Biblioteca Pública Elcy Lacerda, sobre a importância das obras raras e periódicos para a história do Amapá,
A palestra – que começa às 16h – faz parte da programação da 11ª Primavera dos Museus.

Bom chegar um pouquinho mais cedo para visitar as exposições “Poesia Ilustrada”, de Patrícia Andrade; “Memórias ancestrais Maracá Cunani – que são réplicas de urnas funerárias em argila -, “Memórias na Estante” e “Memórias Amazônidas, obras dos artistas plásticos R.Negrão, Coaracy Fonseca, Tom D.C., Herivelto Maciel e Galeria Imazônia.