Policial militar é executado à bala em Macapá

O Sgt PM Hudson Conrado foi executado à bala agora à noite por dois bandidos na frente do Museu Sacaca.
As primeiras informações dão conta que ele estava dentro de seu carro quando os bandidos se aproximaram e foram logo atirando.
Ninguém foi preso até agora. Um jovem suspeito de matar o policial se apresentou no Ciosp negando que tenha participado do crime.
O BOPE continua fazendo busca nos bairros próximos de onde aconteceu o assassinato.

Quando tomba um PM para o mundo do crime, toda a sociedade perde, pois o mesmo é a representação do Estado”, disse o tenente PM João Gomes.
Hudson era tido como um excelente profissional

A amiga “estraga-prazer”

Matilde olhou-se demoradamente no espelho e sorriu. Um sorriso largo. Estava feliz, se achando linda, leve e bem mais jovem do que quando entrou naquele salão.
“Acho que rejuvenesci uns dez anos”, disse ao
cabeleireiro . “Sim sim. Cabelos curtos rejuvenescem. Agora você está linda e po-de-ro-sa. Aliás, linda você sempre foi, só faltava diminuir essas madeixas”, disse o serelepe cabeleireiro .
Matilde pagou, deu-lhe um afetuoso abraço, olhou-se mais uma vez no espelho e saiu jogando beijinhos. Feliz. Feliz.
Resolveu que linda como estava era um desperdício ir almoçar em casa sozinha. E tomou o rumo de um bem frequentado restaurante. Ali desfilaria seu novo visual.

No caminho foi lembrando da enorme quantidade de xampu e outros cremes que tinha que usar pelo menos duas vezes por semana, do tempo que perdia secando e escovando os longos cabelos que chegavam quase ao meio das costas. “Agora com esse corte chanelzinho basta um tantinho de xampu e só alguns minutos para secar”, pensou alto olhando-se no espelho do retrovisor.

Sorrindo entrou no restaurante. Estava folheando o cardápio, sempre sorrindo, e quando já ia chamar o garçom para pedir um filé com fritas e salada e um suco de laranja ouviu:
Matildeeeee!!!
Levantou os olhos. Era Concy, sua amiga.
-Senta aí, Concy. Vamos almoçar juntas.
Concy não se fez de rogada. Puxou a cadeira, sentou-se; na outra colocou sua bolsa… e antes de mais qualquer coisa olhou de um jeito tão sério para Matilde que assustou-a.

-Que foi? Perguntou Matilde já sem sorrir.

– Amiga, você cortou seus longos cabelos

– Ah, cortei sim. Cansei daquele cabelão, de horas para lavar, secar e escovar. Amei esse meu corte. É prático, leve e me deixou mais jovem. Não achas?

– Ah, amiga, posso ser sincera?
– Claro. Tudo que se espera de uma amiga é sinceridade.

– Não gostei. Tá muito curto, tá estranho, não combina com você. E quer saber mais? Não te rejuvenesceu um dia sequer, acho até que te envelheceu.

Matilde perdeu o apetite. Levantou-se, despediu-se da amiga e foi embora pensando “como tem gente estraga-prazeres neste mundo”.

Se a pessoa está feliz ela está bonita, pois felicidade é uma beleza que vem de dentro. Mas pessoas como Concy só tem olhos para ver a capa, o que está do lado de fora. Imagino que em Concy não existe beleza interior. É o tipo de gente que se você estiver deslumbrante dos pés a cabeça, ela é capaz de descobrir que um minúsculo botão do seu vestido está fora do lugar ou que tem um pelinho rebelde na sua sobrancelha.

A amiga estraga-prazer – por inveja ou por prazer – sempre vai descobrir ou inventar algo para tentar apagar teu sorriso, mexer com tua auto-estima, te colocar para baixo. Não é verdade?

E quem não tem ou nunca teve uma amiga assim levante as mãos para o céu e agradeça.

MPF denuncia superintendente do Ibama no Amapá por peculato, associação criminosa e falsidade ideológica

Do portal do MPF

O superintendente do Ibama (analista ambiental do órgão) foi denunciado pelo Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP) por peculato, associação criminosa e falsidade ideológica. Ele e outras 23 pessoas – também denunciadas –, receberam indevidamente cerca de R$ 33 mil em diárias. Os acusados vão responder, ainda, por improbidade administrativa. No total, foram ajuizadas seis denúncias e seis ações de improbidade nesta quarta-feira (18).

As fraudes foram constatadas pelo Ibama, no curso de investigação interna. O órgão confrontou dados constantes no Sistema de Concessão de Diárias e Passagens (SCDP) com informações contidas nos relatórios de posicionamento dos veículos no Sistema Sascar, que realiza o monitoramento das viaturas por satélite.

A investigação concluiu que os envolvidos guardaram os veículos em endereços residenciais – conduta proibida por lei e em portaria interna do órgão –, e detectou incoerências entre o roteiro de viagens nos relatórios inseridos no SCDP e o real deslocamento das viaturas. Continue lendo

Chá da tarde

Levante a cabeça
Wilson Cardoso

Levante a cabeça e cresça

Cresça pra que apareça

A sua voz, o seu canto

Levante a cabeça e cresça

Pra que de pé apareça

Sua força, sua crença, sua fé

Faça sua parte

Brinde, viva com arte

Ande de cabeça erguida

Esqueça as flores combalidas

Aposte na vida e sorria pro sol

Sinta as carícias do vento

Diga não pros lamentos

Não pare, não pire

Me mire, mas me erre

Abra seu coração e não esqueça

Tire os grilos da cabeça

Faça festa

Diga asneiras, fale besteiras

E depois… seja flor

Ou, seja beija-flor nos girassóis.

Médicos discutem saúde na fronteira

Médicos de Oiapoque e de Saint-Georges, na Guiana Francesa, estiveram reunidos para discutir os papéis dos dois sistemas de saúde no atendimento da população que vive na fronteira.

O encontro aconteceu na tarde desta terça-feira, 17, na Unidade do Hospital da Guiana, em Saint-Georges. Os médicos tiveram a oportunidade de entender os métodos de tratamento e o que os dois sistemas oferecem como na prevenção e controle para as doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, além das especialidades oferecidas no Hospital Estadual de Oiapoque, que atende casos de baixa e média complexidade na região. Continue lendo

Olimpíada do Conhecimento

Macapá/Santana/Vale do Jari – Acontece nos dias 24 e 25 de outubro a etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento (OC) do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). A maior competição de Educação Profissional das Américas conta com a participação de 26 alunos de Macapá, Santana e Vale do Jari. O estudante que conquistar a primeira colocação na fase estadual terá a oportunidade de representar o Amapá na nacional. Continue lendo