Um poema de Raquel Braga

O moleque
Raquel Braga

No mundo girante
Gigante de sonho
O menino caminha
Pra longe de tudo.

Menino – cuidado!
O mundo é gigante
E girante derruba
Teus planos de éter.

Coloca, menino,
Teus pés no caminho
De volta pro ninho
De quem não te esquece.

(Da coletânea “Poemas, poesias e outras rimas”)