Chá da tarde

Protesto
Isnard Lima (1941-2002)

Hoje não me interessam mais
poetas de araque,
nem me comovem como antes
filósofos de esquerda.

Cansei, depois de lustros,
dos conchavos de bar
e ideólogos de festiva.

Não me preocupam a rima,
nem a mulher,
nem o romance.

O que me aporrinha,
esquenta e aborrece,
é a falta de vergonha
da politicalha brasileira.

Popularizando o teatro

Acontece no período de 21 a 27 de marco a Semana Amapaense de Teatro. As atividades acontecerão na Biblioteca Pública e no Teatro das Bacabeiras. A iniciativa faz parte do projeto de popularização do teatro. Os ingressos serão vendidos ao preço simbólico de R$ 2,00 para que todas as pessoas tenham acesso. As cem primeiras pessoas terão entrada gratuita nos espetáculos.

A programação consiste em seminário, rodas de conversa e diversas apresentações de Continue lendo

Sobre a Academia Amapaense de Batuque e Marabaixo

“A Academia será formada por guardiões da memória da cultura do Amapá, por seus contadores e cantadores, que não podem ser esquecidos, eles precisam desse respeito, por serem os protagonistas e detentores do saber popular. É uma entidade que se propõe a estudar, pesquisar com base no social, antropológico, religioso e cultural, que vai unir as comunidades e agregar em seu entorno a sociedade em geral, e garantir o respeito e orgulho do povo do Amapá.”
(Padre Paulo Roberto Matias, eleito por aclamação presidente da Academia Amapaense de Batuque e Marabaixo)

Academia Amapaense de Batuque e Marabaixo será instalada quinta-feira

Imortais – Eles merecem todas as homenagens

Na próxima quinta-feira, 22 de março, a Academia Amapaense de Batuque e Marabaixo (AABM) será instalada oficialmente e 40 acadêmicos serão empossados como imortais, assumindo as cadeiras que homenageiam os pioneiros da cultura tradicional do Amapá. O padre Paulo Roberto Matias foi escolhido por aclamação para presidir a Academia por ser o idealizador do projeto, e está à frente dos trabalhos desde janeiro, quando os fundadores iniciaram os estudos de pessoas que representam a cultura do Amapá. A solenidade de fundação será de 17h às 22h, com missa, cortejo, posse e coquetel. Continue lendo

Programação da posse dos imortais

Data: 22 de Março

17h – Missa na antiga Igreja Matriz de São José

18h – Cortejo dos Acadêmicos da Igreja para o Teatro das Bacabeiras

19h – Solenidade de Fundação da Academia e posse e diplomação dos 40 acadêmicos Imortais – no Teatro das Bacabeiras

21h – Coquetel no Centro Cultural Jorge Basile – Ao lado da Igreja Jesus de Nazaré.