Prefeitura de Macapá anuncia concurso para as áreas de assistência social e educação

O Prefeitura de Macapá lançará na próxima segunda-feira, 4, mais dois editais de concurso público. Serão 60 vagas para Assistência Social, nível superior e médio; e 10 para Educação/Nutrição Superior. Assim como no concurso da Saúde e da Educação, serão reservadas aos candidatos negros 20% das vagas existentes.

As inscrições começam dia 7 de junho e vão até 6 de julho. O valor da inscrição será de R$ 110 para nível superior e R$ 85,00 para nível médio.

Chá da tarde

VOO  AO  VENTO
Rui Guilherme

Apresta-te, meu coração,
Sai a voar ao vento.
Deixa-te levar pela emoção;
Toma da pena a fazer vaga poesia.

Pairando sobre as águas do mar,
Inebriado de estranha alegria;
Acima das altas ondas voar,
Dominado por singular euforia.

Vulcão, terra, fogo, vento,
Fundem-se em perfeita unidade
Compondo um só elemento –
Um só, em sua multiplicidade.

Na instabilidade do outono
Anuncia-se a vinda de um tufão.
Netuno, ao despertar de seu sono,
Concita dos páramos o furacão.

Enormes, apavorantes vagalhões –
Medusas de verde cabeleira desgrenhada –
Formam-se ao ribombar dos trovões
E da ventania enfurecida, desvairada.

Para o alto-mar, para o reino da procela,
Para lá me conduz a inspiração.
Aquela fúria a um só tempo é horrenda e bela,
A despertar cambiante emoção

Que vai do gélido pavor
À mais eufórica admiração:
É Netuno a exigir do admirador
Respeito reverente, submissa contrição.

Ao encerrar tão fantástica viagem
A que me levaram o coração e a poesia,
Volto à terra. Desfeita a miragem
Cumpre recolher-se ao prosaico dia-a-dia.

Preso na manhã de hoje empresário investigado na Operação Acrópole

Na manhã desta sexta-feira (1), o Grupo de Atuação Especial para Repressão ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Amapá (MP-AP), com apoio do Gabinete Militar da Procuradoria-Geral de Justiça, deu cumprimento a um mandado de prisão temporária do empresário de Felipe Edson Pinto e dois de busca e apreensão, na residência e no estabelecimento comercial do referido investigado. A ação visa dar continuidade às investigações da “Operação Acrópole”, deflagrada em 2016, que apura práticas de crimes por agentes públicos e particulares, que, em conjunto, promoveram desvio e lavagem de elevada quantia dos cofres da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá (ALAP). Continue lendo