De Camilo Capiberibe para Waldez Góes: “Seja homem”

O ex-governador Camilo Capiberibe (PSB), candidato a deputado federal e filho de João Capiberibe – que é candidato a governador – , usou hoje seu perfil no Facebook para mandar um recado desaforado ao governador Waldez Góes (PDT), candidato à reeleição.
No recado ele dá uma sugestão para Góes: “Seja homem” e lista as promessas que ele, Waldez, fez em 2014 e não cumpriu.
Em 2014, Camilo Capiberibe foi derrotado por Waldez Góes na disputa pelo governo do Amapá. Camilo tentava a reeleição.

Veja:
“Falar mal de mim ou da minha gestão, pode até ser uma estratégia do teu marqueteiro mas isso não vai fazer as pessoas esquecerem AS TUAS promessas e nem vai melhorar o Amapá ou a vida dos amapaenses

Nessa altura da tua vida vou te dar uma sugestão: SEJA HOMEM e assuma os seus erros! Depois de 12 anos no governo não venha tentar atribuir sua incompetência pra ninguém.

Em 2014 você prometeu que iria:

– cuidar das pessoas
– antecipar o pagamento dos servidores para o dia 25
– Fazer o dinheiro circular
– Antecipar o pagamento do Renda pra viver Melhor
– Valorizar os servidores públicos
– Melhorar os salários dos professores

O que você entregou:

– Abandono geral da população
– parcelamento do salário
– Recessão econômica inédita no Amapá
– Acabou com o Renda Pra Viver Melhor
– Deu 2,8% de reajuste salarial em 4 anos
– Enganou os professores
– demitiu 2100 país e mães de família vigilantes da seed
– deixou as escolas serem saqueadas por falta de segurança”

E eis o print:

O eleitorado amapaense

O Amapá tem 797.722 habitantes (IBGE 2017)  dos quais  512.110  são eleitores, o que representa apenas 0,348%  do eleitorado brasileiro

Macapá, a capital, concentra o maior número de eleitores: 293.167 (57,247%). Santana é o segundo maior colégio eleitoral com 77.459 (15,125%) e Laranjal do Jari o terceiro com 28.762 (5,616%).
O menor colégio eleitoral é Pracuúba. Apenas 3.290 eleitores (0,642%)

Veja a distribuição do eleitorado amapaense por município:

 

PC deflagra operação de combate à pedofilia

A Polícia Civil realizou na manhã dessa segunda-feira, 6, uma operação de combate a crimes de produção de material pornográfico envolvendo adolescentes. Assim como divulgação de imagens e vídeos pornográficos na internet, envolvendo menores de idade. Estes delitos estão previstos nos artigos 240 (caput) e 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em três locais, e um mandado de busca na residência e, no local de trabalho de dois investigados. Outro investigado é suspeito de produzir vídeos de conteúdo pornográfico com adolescentes.

Durante a operação, agentes da Polícia Civil apreenderam HDs, computadores, pendrives e smartphones em busca de outras evidências digitais, como forma de subsidiar as investigações.

A polícia investiga, ainda, todas as pessoas que de alguma forma compartilharam com terceiros, vídeos ou fotos contidos na investigação. Segundo o delegado Wellington Ferraz, que coordena as investigações, várias pessoas já foram identificadas.

A Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DECCP) entrou no caso em razão da presença, ao longo das investigações, do crime de extorsão, além dos crimes já mencionados. A ação contou com apoio da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (DECIPE) e da Divisão de Capturas.
(Secom)