Flor de Jade

Flor de Jade
Obdias Araújo

Perdoa meus arroubos
Meu excesso de romantismo
Meu deslumbramento de menino
Minha sede de amante
Meu olhar fixo no teu.

Perdoa se às vezes pareço te querer
Presa em meus braços. Quero sim
Te envolver em meu abraço
E sentir que fechas os olhinhos
Prazerosa como a siamesa no cio…

Perdoa se não te trago ouro
Incenso e mirra. É que
Gaspar Belchior e Baltasar
Zeraram o estoque.

-Taí Alcy Cavalcante de Araújo
Homem do Cais
E taí Alcinéa Cavalcante
Eles que nunca me permitiram
Falsear a verdade.

Mas posso te dar uma
Floresta de Origamis
Um copo de Don Perignon
Safra 195i
E uma flor de jade
Que roubei do caramanchão
Quando Tondo foi buscar
Minha quinta ou sexta xícara de café
E mais algumas pupunhas
Que eu sempre repetia
O mesmo pedido
Para ficar alguns minutos
Sozinho contigo…

Você lembra
Telmitcha?
Era já noite e duas
Estrelas e meia
Testemunhavam
Nossos beijos
E aplaudiam
Nossas juras
De eterno
Amor

Amanhã tem desfile cívico na Av. FAB

Depois de muito ensaio das bandas de fanfarra, as escolas municipais de Macapá irão se apresentar nesta quarta-feira, 5, no Desfile Cívico 2018, com percurso pela Av. FAB e homenagens à cultura da capital. O tema deste ano é Macapá 260 anos – Nosso Jeito Tucuju.

Mais de 2.500 estudantes de 42 escolas irão se concentrar na Av. Procópio Rola, seguir pela Ordilado Silva e então pela Av. FAB até a Rua Tiradentes, quando os pelotões se dispersarão. Além do desfile do dia 5, o Município realizará desfiles cívicos na Fazendinha, Tracajatuba e Bailique, nos dias 6, 8 e 29 de setembro, respectivamente.

Poucas novidades e velhas canalhices

Poucas novidades e velhas canalhices
Elton Tavares

Há um novo bar restaurante na cidade. Também a velha mania de parar por qualquer evento diferente, tipo coisa do interior. Mas até aí tudo bem, faz parte da fuga por coisas novas.

Também há muita insatisfação, descrédito e desejo de mudança. Também jovens ávidos por uma chance, um emprego e velhos professores aflitos pela retirada de benefício salarial ou os novos, pela falta de um reajuste justo.

Há crianças se prostituindo e velhos coronéis ainda no poder. Há gente morrendo nos hospitais e alguns ainda dizem que tudo está no seu lugar.

Há caos, desordem e desonestidade à rodo. Há má vontade…

Há sonhos engavetados e paixões idiotas. Há muita grana a ser gasta com a massa de manobra por interesses obscuros. Há medo!

Há pessoas assistindo a tudo sem fazer nada. Uns por egoísmo, outros por conveniência. Há ameaças, exonerações, chantagens e acordos.

Há violência. E de toda forma. Corpórea e moral. Há assédio, mas todos chamam de “Lei do mais forte”.

Há casamentos, separações, mortes e nascimentos. Há loucos impetuosos e covardes acomodados. Há muita alienação e burrice colorida. Há canalhas demais!

Há muita beleza natural, muita gente do bem, tanto por fazer e amores (sur)reais. Mas há poucas novidades e velhas canalhices, mas todo mundo só pensa na porra do novo bar restaurante na cidade.

Prefeitura oferece tratamento para fumantes

O Dia Mundial sem Tabaco será celebrado em todas as Unidades Básicas de Saúde de Macapá com atividades educativas, que ocorrerão durante toda a semana. Entre elas está o cadastro de fumantes para tratamento, oferecido gratuitamente em doze UBS’s.

A finalidade é sensibilizar os usuários para a importância da prevenção e tratamento do tabagismo. Em três anos de atuação, 800 pessoas já concluíram o tratamento, que tem duração de um ano e é feito com equipe multidisciplinar e auxilio de medicamento.

Dados do último levantamento do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2017), do Ministério da Saúde, Macapá apresentou queda de 57,6% no percentual de fumantes passivos no local de trabalho nos últimos nove anos. O percentual de fumantes passivos nesse ambiente passou de 13,2% em 2009 para 5,6% em 2017.

Serviço

Data: 04/09 (terça-feira) – abertura da programação
Hora: 8h30
Local: UBS Brasil Novo
Endereço: Av. Abacatal, nº 177, Brasil Novo

(Ascom/Semsa)