É tempo de esperanças

VÉSPERA
Alcy Araújo

É tempo de esperanças…

Do céu descem os cânticos dos anjos e da terra sobem as canções dos pastores. Os campos vestem a alva pureza dos lírios.

O céu é mais azul e uma imensa luz chega no coração dos homens de boa vontade.

No vento soprando, na canção dos que vem do mar, na luz da tarde, no silêncio das florestas, no sorriso das crianças, no cansaço dos peregrinos, em toda parte há um anúncio de paz.

De longe vem a mensagem de amor que desliza no ar iluminado, que escorre no fio das águas das fontes, que está no murmúrio dos regatos, que desce nos prateados raios da estrela dos pastores.

Nas lágrimas das mães, no pranto dos órfãos, na poeira dos caminhos, em tudo está a harmonia celestial.

Ajoelhemos nossas almas no altar da humildade, porque este momento é um momento de Amor. Cristo vai nascer. É véspera de Natal.

(Do livro “Tempo de Esperança”, do poeta e jornalista Alcy Araújo, meu pai)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *