Revirando arquivos, baús e lembranças

Como vocês já sabem, nesta sexta-feira, 3,  é a reinauguração da Galeria Alcy Araújo, às 18h, na Biblioteca Pública Elcy Lacerda.
Desde que o anúncio foi feito pelo governo eu venho revirando os arquivos, baús e lembranças que guardo do meu amado pai.
E vou escaneando ou fotografando algumas coisas para compartilhar com você, leitor do blog.
Role a tela  todas as vezes que você entrar  entrar aqui, pois sempre terá algo novo logo abaixo.

  • Alcinéa ! Meus parabens pela iniciativa e tremenda boa vontade em homenagear o seu amado Pai.
    Amado e correspondida, veja oque eu achei como prova do amor dele por ti, você ainda lembra desta homenagem ? …

    FELICIDADE

    O poeta hoje está feliz. Está feliz e tem um belo assunto para você. É que neste dia está aniversariando Alcinéa Maria. Não sei se você conhece alguma coisa da minha vida particular e se sabe que eu amo Alcinéa Maria. A que tem cabelos cor de mel e olhos grandes e castanhos, que também me ama, que sente uma necessidade inevitável da minha presença, do meu amor e do meu carinho. Que vai até às lágrimas seu lhe causo qualquer desgosto, mesmo involuntário.

    Alcinéa Maria, a que me espera de braços abertos, tendo nos lábios o mais belo sorriso que eu conheço, cada vez que volto para o seu amor, a que vem feliz ao meu encontro, a que pede carinhosamente para que eu não parta, para que eu não a deixe ficar.

    Hoje a Bem-Amada está fazendo aniversário e o poeta está imensamente feliz. Confesso que hoje beijei sua face linda, acariciei os seus cabelos cor de mel, sob a luz difusa da aurora e recebi em troca o seu carinho. Confesso que quase não tive forças para deixá-la. Porém, logo mais estarei ao seu lado. Digo mais que só me afastarei para vê-la, mais feliz do que nunca, assistir a minha volta. Você que ama sabe o que é a dor do afastamento e a suprema alegria da volta. Nada é mais belo do que a volta para a Bem-Amada.

    Outra confissão que faço a você, aos que não conhecem certos detalhes da minha vida, é que a minha esposa sabe que amo Alcinéa Maria e não sente ciúmes, e fica feliz sabendo que a minha Bem-Amada é feliz ao meu lado.

    Como hoje a Bem-Amada está fazendo aniversário, a minha esposa vive comigo os mesmos momentos de felicidade e de alegria.

    Um dia magnífico, o de hoje. Alcinéa Maria, a de cabelos cor de mel, de olhos grandes e castanhos, completa quatro anos dentro da sua inocência de anjo.

    Deus te abençoe, minha filha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *