Botando o bloco na rua

caldeirao2Fundado por Nena da Favela, o bloco Caldeirão da Favela percorre as ruas do bairro na segunda-feira gorda. Logo que foi fundado saía na Banda, mas ano passado optou por fazer a festa no bairro e deu tão certo que este ano vai repetir a folia.
Os abadás, ao preço de R$ 10, começam a ser vendidos quinta-feira, 27, no Bar do Valtinho (Jovino Dinoá com Cora de Carvalho).
A concentração na segunda-feira, 3, começa  às 12h com muita samba, churrasquinho e cerveja no Bar do Valtinho. Às 17h começa o “desfile” pelas ruas do bairro, animado com trio elétrico e Tysson Tyassu cantando o samba, cujo tema é “Favela de berço e tradição cantada pelo meu Caldeirão”.
O bloco sai do Bar do Valtinho e faz este itinerário: Cora de Carvalho, Odilardo Silva, Presidente Vargas, Leopoldo Machado, Cora de Carvalho encerrando no Bar.

Eu, que acho o máximo blocos de rua, já encomendei meu abadá e convidei amigos.

SDiretoria do Caldeirão

Vai tremer vai ferver
Meu caldeirão é só paixão  (refrão)
Eu canto ela é tão bela
Favela do meu coração

  • Falando em carnaval, já estamos próximo do desfile das escolas de samba.
    Mas veja bem: Quem mora na Zona Sul, nos bairros Novo Buritizal, Conj. Laurindo Banha e Congós, as ruas que dão acesso ao Sambódromo estão em pessimas qualidades de trafego.
    A Av: 26 de julho no Conj. Laurindo Banha (antiga casa amarela) está interditada para manutenção.
    A Av: 7º do Congós, está horrível, só crateras de buracos.
    Então o único acesso é pela Av 14 de julho e pegando pra direita a rua Santos Dumont.
    Já imaginou o trafego de veículos que vai ser?
    Com a palavra as autoridades responsaveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *