Central do Carnaval inaugura domingo

A partir desse domingo, 26, o endereço da folia é a Central do Carnaval. Uma mega estrutura foi montada no Monumento Marco Zero do Equador, o ponto turístico mais visitado de Macapá. Com capacidade para receber quatro mil pessoas, a Central do Carnaval inaugura a pré-temporada do carnaval Oficial da Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá – Liesap, às 18 horas, com uma programação que envolve a beleza da exposição denominada “A Folia do Tempo no Meio do Mundo”, abertura das lojinhas carnavalescas, e no palco principal, show ao vivo com as baterias das escolas de samba, grupos de samba/ pagode e muitas marchinhas de carnaval e sambas enredos que marcaram a história do carnaval, com a Banda Sakarolha.

O domingo de inauguração da Central do Carnaval vai ter as cores das escolas Piratas Estilizados e Império do Povo, as “donas” do palco principal. Além da cadência dos tantãs, pandeiros, surdos e tamborins, a graciosidade dos casais de mestre sala e porta bandeira, também vão colorir a noite. Mas como a festa é do povo, toda a comunidade do carnaval, independente de cor, está convidada.

A exposição “A Folia do Tempo no Meio do Mundo”, coordenada pelas secretarias de Turismo do estado e município e a diretoria de Patrimônio da Liesap, é um resgate dos carnavais de rua de Macapá, feito através de fotografias, vídeos, fantasias, discos e uma infinidade de “quesitos” que marcaram a época de ouro do carnaval amapaense. “Buscamos material pra essa exposição com pessoas que fazem parte da construção do carnaval de Macapá, conseguimos fantasias históricas usadas por personalidades que brilharam em desfiles nas décadas de 70, 80 e 90”, disse Wany Lameira, da Macapatur.

Na área de comercialização, além do posto da Liesap, que vai vender todas as modalidades de ingressos para os desfiles, cada agremiação carnavalesca ganhou um estande  onde será  montado suas lojinhas carnavalesca. “Esse espaço, a Liesap disponibiliza para que as escolas possam divulgar seu carnaval e arrecadar recursos pra ajudar a produzir o  espetáculo, que é o desfile das escolas de samba”, esclarece Hélton Jucá, diretor da Liesap.

(Tica Lemos/Comunicação Liesap)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *