Piratas da Batucada conta um conto e aumenta um ponto

“Na nossa barca é paz, amor e felicidade”

pi3Evolução da bateria ontem no ensaio técnico no Sambódromo. A bateria este ano está sob o comando de Renatinho (ex-Estilizados).

Pregando a paz, o amor e a felicidade, Piratas da Batucada vai desenvolver na avenida do samba o enredo “Quem conta um conto aumenta um ponto” e  ao mesmo tempo que lembra Monteiro Lobato  faz uma singela homenagem ao saudoso mestre de bateria Monteiro, que foi uma das figuras mais expressivas da escola – e por que não dizer? do carnaval amapaense -. Vale lembrar que Monteiro revolucionou o carnaval ainda na avenida FAB e foi ele o idealizador da Associação das Escolas de Samba que deu origem à Liga.

“Monteiro me contou uma história
que me despertou um amor mais profundo
o sonho não é ilusão
De corpo e alma Piratão eu sou”

Piratas da Batucada será a penúltima escolar a desfilar no segundo dia. Entrará na avenida às 2h30 da madrugada de segunda-feira com fadas madrinhas, heróis, sabugos falantes, bonecas de pano, cinderelas e a bela e a fera bailando na passarela.

Afirmando que quem conta um conto se torna imortal, Piratas da Batucada “eterniza” neste carnaval os  dois Monteiros.

Imagens do desfile do ano passado de Piratas da Batucada
pi2
pi3a

  • Uma imagem chamou-me atenção nas fotos do Piratão. Edson Sarges, falecido no ano passado, de cadeira de rodas no desfile da escola. O saudoso amigo Edson, já pressentia naquela ocasião, que aquele seria sua última participação no carnaval do Piratão, escola que ele tanto amou, entretanto, tenho a impressão que esse amor não foi correspondido, tanto que não recebera nenhuma homenagem por parte da escola durante o seu velório. Edson Sarges, foi por vários anos um dos grandes diretores de harmonia da Escola. Descanse em paz amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *