Liesa atravessando o samba

A Liga das Escolas de Samba do Amapá está tão desacreditada, mas tão desacreditada mesmo, que quase ninguém quer fazer parte do juri que vai escolher a escola campeã do carnaval.
Olha só: termina hoje o prazo para quem estiver interessado em participar do juri entregar currículo na Liesa e pouquíssimos currículos foram entregues.

Faltam apenas 12 dias para o Festival de Samba Enredo e até agora não saiu o CD do carnaval-2010. E olha que o Governo do Estado repassou quase R$ 100 mil para a Liesa em meados do ano passado, exatamente para a gravação do CD. Portanto, não foi por falta de dinheiro que o CD não saiu, foi por falta de outra coisa mesmo.

Já o CD da Liba (a Liga dos Blocos) está quase esgotado nas bancas e lojas de Macapá.  O que mostra que a entidade dos blocos está muito mais organizada e trabalha com mais seriedade que a Liesa.

Comenta-se por aí que, depois que a patuscada que a Liesa fez, o prefeito Roberto Góes vai manter Sucuriju no cargo de Rei Momo. É um pedido da comunidade carnavalesca e este blog apóia.

Governador Waldez Góes pediu uma “agenda positiva” do carnaval das escolas de samba. Impossível! Enquanto não houver mudança na Liesa, só dá agenda negativa.

  • Não gostaria de me indentificar, mas o lance é o seguinte. Numa roda, a Marjot disse que está sendo perseguida por você Alcineia, porque no ano retrasado ela se negou a dar o comando da parte da comunicação para você e o jornalista Valnei, porque você teria cobrado muito caro, algo em torno de 10 mil reais.
    Estranhei esse papo, mas como perguntar não ofende, isso tem procedência Alcineia?

    • Não acredito que ela tenha dito isso.
      Mas, para esclarecer: nunca cobrei absolutamente nada nem de escola de samba nem da Liesa para trabalhar no carnaval, da mesma forma que nada cobro de associações, clubes ou grupos ligados à literatura.
      Ano retrasado (2008) minha saudosa e pranteada amiga Hanne Capiberibe era a diretora de comunicação social da Liesa e fez um ótimo trabalho. Ano passado (2009) os assessores de comunicação eram Volney Oliveira (meu querido amigo) e Denise Quintas.
      Uma coisa que eu cobro todos os anos é a prestação de contas, pois parte do que é gasto no carnaval vem dos cofres públicos, é dinheiro do cidadão (é dinheiro meu, seu) e, portanto, o povo tem que saber como e em que essa grana é aplicada.
      Além do mais sou contra que se pague diretor da Liesa. Pagar diretor da Liesa é tirar dinheiro das escolas de samba. Né não?

    • Eita que a “Maria” num tem jeito mesmo!!, jah tah soltando os seus diabinhos, se bem q eh soh pra isso q essa porc……presta. É Alcinéa, mas um ano q tu vai ficar de fora porq a general-Lesa da Liesa, hem-hem num vai deixar tu triscar no alambrado.SE BEM QUE O CARNAVAL DESSE ANO VAI SER UMA PORC..MESMO, POIS ESTIVE VISITANDO AS ESCOLAS E O QUE VI FOI DESANIMADOR NENHUMA ALEGORIA PRONTA, BARRACÕES COM ESQUELETOS DE FERRO E PESSOAL DA COSTURA SE MATANDO DIA E NOITE PRA APRONTAR PELO MENOS A FANTASIA DO POVO QUE VAI PRA AVENIDA…

    • Prezada Alcinéia, não é verdade a notícia que você está veiculando sobre a não existência de interessados em participar do juri das escolas de samba do carnaval amapaense. Muito pelo contrário, muitos currículos foram encaminhados. Currículos de pessoas extramente qualificadas que permitirá a constituição de uma equipe qualificada para desenvolver um trabalho sério como as Escolas de Samba de Macapá merece.
      Sarah Ozaky

  • E a “CIDADE DO SAMBA”,foi mais uma engação do governador,faltando exatos 20 dias para o Carnaval e o que tem lá,são cinco armações,como espécie de garagem para carros alegóricos.Não tendo o que falar,quando entrevistados pelos Jabazeiros ele saia com essa “no prócximo ano vai ser melhor,vou construir a Cidade do Samba”,o que os Puxa-Saco repetiam nas emissoras de rádio,como foi o caso do Presidente do Piratão.Tudo engação,tudo mentira,governo falido,governo sem obras,governo no seu final.

  • Ora,ora.Não foi o Waldez Góes e o João Henrique que esvaziaram o Carnaval do anao passado para que o Amapá fosse homenageado a “preço de ouro” pela Beija-Flor do bicheiro Anisio.Naquele momento a Marjô foi muito importante para dar o golpe nos amapaenses prestendido pela dupla,agora ela já não serve mais.Diga quem souber.Qual o Carnaval da era Waldez Góes que prestou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *