Outros carnavais

fabio1989 – Bateria do Maracatu da Favela
O menino no tamborim é Fábio Figueira, filho do meu amigo Pataca. Hoje Fábio é mecânico de avião e mora em Fortaleza (CE)

  • Saudades que deu dessa meninada que ingressou na Maracatu da Favela bem novinha, cheirando a leite, e com uma responsabilidade tamanha, fazer parte de uma bateria com essa idade, não era pra qualquer um….. Quando ingressei na Escola já tinha meus vinte e poucos anos, apesar de nossas origens serem do berço da favela, ali junto de onde tudo acontecia em termos culturais, residência da D. Gertrudes, só desfilei na Maracatu quando os ensaios passaram a ser na casa da Fifita e Neuzona, quando tive coragem.. No segundo ano ja me incubiram de ser responsável de ala, convidei minha amiga Izaura e assumimos uma missão e cumprimos com muito zelo, fizemos a ala mais bonita e dai em diante a ala da Nazaré e Izaura passou a ser conhecida e muito procurada pelos brincantes. A partir dai meu filho e sobrinhos passaram a compartilhar conosco esse amor e dedicação pela escola. Teila e Tatiane vinham de Belém todos os anos exclusivamente para desfilar na maracatu e até hoje todos continuam firme na “ala amigos da verde e rosa”. só para enfatizar a dedicação que eles tem pela escola é que quando chegam na avenida para o desfile, visitam todas as alas para ver como a escola se encontra, no penúltimo desfile esqueceram de um carro alegórico e o desfile acontecendo quando eles perceberam que o carro tinha ficado eles começaram a mobilizar todos da ala para empurrar o carro até chegar no portão de entrada, isso ai é uma demonstração de amor, lembro também do ano passado que começou um tumulto porque a escola estava atrazada e um rapaz que fazia parte da harmonia falava que o tempo estava normal e não ia mandar ninguem correr e com isso gerou um bate boca entre o “harmonia” e minha sobrinha Teila, e a escola teve que correr se não ia perder ponto. Continuamos na escola apenas como brincantes e torcedores fervorosos eu, Tárcio, Izaura, Teila, Tatiane, Eide, Carla, Pio, Franck (bateria), meus primos (Manoel, Romeu, Rosa, Julia) e outros.

  • Olha só o Fábio, atualmente o seu irmão Franck continua a tradição na bateria da verde e rosa, confesso q nunca saí na bateria por falta de talento musical, mas todos os anos estou lá fechando o desfile com o resto dos primos na ala amigos da verde e rosa.

  • Carnaval… paixao, amor e cultura vivida pela Familia Figueira… como tradição familiar nesta epoca viviamos profundamente a cultura carnavalesca alem fazer um momento de reunião, alegria, uniao e diversao em família! Tempo q não sei se Essa nova geração seria capaz de viver com tanto prazer
    .
    Meu primo Fabio Figueira figurinha certa na bateria da minha amada Maracatu da Favela, q aprendi amar com minha tia Nazaré Figueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *