Sambou… um causo do carnaval

Sucuriju? Não tem
O pauteiro de uma emissora de televisão chamou o cinegrafista e disse:
Vai lá no Sambódromo e filma o Sucuriju. Tô precisando dessa imagem pra jogar um flash daqui a pouco no ar.

O cinegrafista pegou a câmera e se mandou pro Sambódromo. Uma hora depois ele voltou avisando que a pauta furou.
– Mas como a pauta furou?
Perguntou irritado o pauteiro.

Candidamente o cinegrafista respondeu:
– Procurei em todos os cantos do Sambódromo e não vi nenhuma cobra. Lá só tinha gente. Muita gente sambando e cantando. Era a maior animação, até o Rei Momo tava lá.  Mas cobra não tinha nenhuma. Nem sucuriju, nem jibóia, nem nada.

P.S – Sucuriju é o Rei Momo de Macapá.

(Do livro “Sambou…”, de Alcinéa Cavalcante e Rostan Martins)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *