A arte de Bigley em Santana

A paisagem e as peculiaridades da região santanense retratadas em 12 telas do artista plástico Wendel Bigley Santos Carvalho estão em exposição na Casa da Juventude (CAJU) em Santana.

A mostra faz parte do Projeto Juventude Verão organizado pela instituição e visa incentivar os jovens do município a ganhar o gosto pelas artes.

De acordo com o coordenador do projeto, Roberto Prata, a iniciativa pretende possibilitar a comunidade do município, conhecer o trabalho dos artistas santanenses e estimular o hábito de contemplar a arte.

“Todas as pessoas estão convidadas a apreciar o trabalho dos artistas do nosso município. Esta oportunidade também se estende aos artistas de outras localidades do Estado, para que possam mostrar sua arte” , disse Prata.

O artista Bigley
A paixão pela arte surgiu aos 12 anos, quando Bigley desenhou pela primeira vez o rosto de seu avô. Para aprimorar a vocação, buscou capacitação em cursos de artes ofertados pela Escola Cândido Portinari na capital, onde desenvolveu suas técnicas.

Para o artista, a oportunidade de mostrar o trabalho, principalmente para o público jovem é uma forma de estimular o surgimento de outros artistas amapaenses. “Meu objetivo não é somente comercializar e sim estimular outras pessoas a descobrirem sua vocação para as artes” disse ele.
As obras de Bigley ficarão em exposição até sexta-feira (20), de 8h às 17h. Na próxima semana, a Casa da Juventude estará recebendo as obras dos artistas santanenses Nonato Trindade e Solano.

Serviço
Artistas interessados em expor seus trabalhos devem entrar em contato com a coordenação da instituição através do telefone (96) 9124.5564.

(Com informações e foto da assessoria de comunicação da Caju)

Agenda cultural

Raule Assunção
Músico e poeta Raule Assunção se apresenta hoje na Praça de Alimentação do Museu Sacaca. É um show imperdível. Raule toca e canta o melhor da música popular brasileira e belíssimas canções de sua autoria.

Flores na Varanda
O grupo poético musical Pássaros Cantam na Chuva apresenta hoje, a partir das 29h no Centro Cultural Franco Amapaense, o espetáculo Flores na Varanda homenageando a poetisa Carla Nobre. A entrada é franca.

Arraiá da Beira-Rio 
Hoje a final das quadrilhas estilizadas do 3º grupo (Coração Valente, Coração Caipira, Estrela Vitoriense, Constelação Junina, Celebridade Junina, Verde Amarelo, Coração Brasileiro e Simpatia Junina – Santana). Amanhã, sexta-feira, 29, é a vez das estilizadas do 2º grupo (Revolução Junina, Encanto Junino, Art´s da Amazônia, Broche Vermelho, Raio de Fogo, Minha Deuza, Flor Junina, Explode Emoção, Explode Coração-Porto Grande e Guerreiros de Fogo). Esse Arraiá tá bombando e a organização está impecável.

Movimento Poesia na Boca da Noite
Reune-se nesta quinta-feira, a partir das 17h, para declamar poesia ao mesmo tempo em que confecciona um novo “Pano da Poesia”, que será usado em São Paulo durante o lançamento da coletânea do Movimento.

Amanhã tem show da Maria Rita em Belém

Ela bem que tentou evitar a comparação desde o início da carreira, mas o inevitável aconteceu e agora Maria Rita está em turnê pelo Brasil com o aclamado show ‘Redescobrir’, que chega a Belém neste sábado, 23,  no Amazônia Hall, com um repertório dedicado à mãe Elis Regina.
Para o ‘Viva Elis’ Maria Rita fez  uma  vasta  pesquisa de repertório,  trabalhou  com  sua  banda  nos  arranjos  durante  um  mês,  pensou roteiro,  figurino,  cenário  –  e,  enfim,  o espetáculo  estreou  em  março deste ano. Originalmente montada para o ‘Nivea Viva Elis’, a turnê passou apenas  pelas  cinco capitais contempladas  pelo  projeto – Porto  Alegre,  Recife, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro –  reunindo cerca de 240 mil pessoas. Com tanto sucesso, seria impossível não seguir levando a turnê adiante a outras capitais, como Belém,
“O que mais chamou a  minha  atenção  foi  que  o  meu  objetivo  principal  se concretizou.  Redescobri-la. Reapresentá-la.  Relembrá-la.  Sim,  os  ‘re’  são  necessários,  porque  Elis  é (in)consciente coletivo”, justifica a cantora que se emocionou com essa resposta do público. “Eu via crianças nos colos  de  avós,  adolescentes  nos  ombros dos namorados,  casais  dançando,  cirandas  se formando,  braços  pro  ar,  olhos brilhando  com  saudades,  com  amor,  com  compreensão. E  cantoria.  Muita  cantoria. Aquela  voz  da  massa  me  atingia,  me  arrebatava,  me  orgulhava.  Orgulho que  só posso  tentar  traduzir com  minhas lágrimas,  diversas  vezes  esparramadas  em cena. Devido  ao  tamanho  dessa  emoção  e  gratidão  aos  fãs,  decidi  seguir um pouco mais com a turnê, para que mais pessoas possam participar disso”.
Serviço
Show ‘Redescobrir’, de Maria Rita. Dia 23 deste mês, no Amazônia Hall (Rodovia Augusto Montenegro, ao lado da Pavan). Ingressos: pista R$  70 (meia) e R$ 140 (inteira), mesas centrais 1 mil, mesas laterais R$ 800, camarote para 10 pessoas R$ 2 mil e camarote para 12 R$ 2.400 mil. Informações: (91) 3248-3255

Nivito Guedes

Que o Nivito Guedes é um compositor e cantor super talentoso todo mundo sabe. O que se quer saber agora é por que em vez de estar com um violão ele está com um balde.
Você sabe? Conta aí.