Ao lado de Cirilo, Patrícia Ferraz anunciou apoio ao Dr Furlan

Patrícia Ferraz (PODE) acaba de declarar, em live, seu apoio ao Dr. Furlan (Cidadania) neste segundo turno.
Ela fez a live em sua casa ao lado de Furlan e de Cirilo (PRTB).
Ao declarar seu apoio, Patrícia convocou todos aqueles que deixaram de votar no primeiro turno a comparecerem no dia 20 para votarem em Furlan e pediu também o voto daqueles que votaram em branco ou anularam.
Ela justificou seu apoio dizendo que os propósitos de Furlan para Macapá são semelhantes aos dela e que é preciso “fazer a verdadeira mudança”. E ele disse que ela “também representa a mudança”.

Ainda não se manifestaram sobre o segundo turno os demais candidatos derrotados: Capi (PSB), Guaracy (PSL), Paulo Lemos (Psol), Haroldo Iram (PTC), Professor Marcos (PT) e Gianfranco (PSTU).

O PSB marcou uma reunião para amanhã a fim de decidir que rumo tomar neste segundo turno.

Em live Patrícia Ferraz vai dizer quem apoiará neste segundo turno

Com 22.761 votos na bolsa, Patrícia Ferraz (PODE) faz live hoje a noite pra contar em que palanque estará neste segundo turno.
A tendência é ir para o palanque do Dr. Furlan. Mas até a hora da live tem bastante água pra passar sob a ponte.

Única mulher a disputar a Prefeitura de Macapá, Patrícia Ferraz (Pode) ficou em quinto lugar no primeiro turno com 11,27% (22.761) dos votos válidos.
Este ano foi a terceira vez que ela disputou um cargo eletivo. Em 2014 e em 2018 foi candidata a deputada federal. Em 2014 pelo PSC e em 2018 pelo PR. Eleita suplente, assumiu por alguns meses a cadeira de deputada federal no impedimento do titular.

Cirilo anuncia apoio ao Dr. Furlan

Dono de um paneiro com 23.588 votos,  Cirilo Fernandes (PRTB)  já anunciou seu apoio ao Dr. Furlan (Cidadania) neste segundo turno.
Dentre os dez candidatos a prefeito de Macapá, Cirilo ficou em quarto lugar com 11,68% (23.588) dos votos válidos.

Desde 2008 Cirilo vem disputado  todas as eleições. Já foi candidato a vereador duas vezes, candidato a deputado federal, a deputado estadual, candidato agovernador e candidato a prefeito. Em 2008 e 2010 disputou pelo PTB; em 2012 pelo PSOL, em 2014 pelo PPS, em 2018 pelo PSL e este ano pelo PRTB.

Josiel e Furlan no segundo turno

Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania) disputam o segundo turno da eleição para prefeito de Macapá.
Apoiado pelo prefeito Clécio Luís, pelo governador Waldez Góes e pelos senadores Davi Alcolumbre (seu irmão) e Lucas Barreto, o empresário e jornalista  Josiel teve 29,47% (59.511 votos)

Sem o apoio de expressivos líderes políticos, o deputado estadual Dr. Furlan teve 16,03% (32.369 votos)

Veja a votação dos demais candidatos:

  • Capi (PSB) – 14,94% (30.160 votos)
  • Cirilo Fernandes (PRTB) – 11,68% (23.588 votos)
  • Patrícia Ferraz (Pode) – 11,27% (22.761 votos)
  • Guaracy (PSL) – 8,51% (17.182 votos)
  • Paulo Lemos (Psol) – 3,96% (7.998 votos)
  • Haroldo Iram (PTC) – 1,99% (4.022 votos)
  • Professor Marcos (PT) – 1,52% (3.075 votos)
  • Gianfranco (PSTU) – 0,62% (1.243 votos)

O segundo turno será realizado no próximo dia 20.

Na eleição de hoje, quando 292.718 eleitores estavam aptos a votar,compareceram 217.161 eleitores (74,19%) – A abstenção foi de 25,81%
Os votos brancos somaram 5.740 (2,64%); e os nulos, 9.512 (4,38%)

Josiel Alcolumbre (Coligação Macapá em primeiro lugar), 47 anos. É empresário e jornalista. Josiel é suplente do senador Davi Alcolumbre (DEM), seu irmão.A Coligação Macapá em primeiro lugar é composta pelos partidos PDT / PSC / PL / PV / PSDB / PSD / SOLIDARIEDADE / PROS / AVANTE / REPUBLICANOS / PP / DEM.Sua vice é a enfermeira Silvana Vedovelli, ex-secretária municipal da Saúde. Em 2018 ela foi vice de Davi Alcolumbre na disputa pelo governo do Amapá.

Dr. Furlan (De coração por Macapá), 47 anos, médico. Furlan é deputado estadual.Foi eleito pela primeira vez em 2014 e reeleito em 2018, as duas vezes pelo PTB.Atualmente é filiado ao Cidadania.Sua vice é Mônica Penha Dias, indicada pelo MDB.A coligação De coração por Macapá é formada pelo Cidadania, MDB e PMN

Os vereadores eleitos

Dudu Tavares – PDT
Cláudio – DEM (reeleito)
Claudiomar Rosa – Avante
Dudu Barbosa – PL
Marcelo Dias – Solidariedade (reeleito)
Nélson Souza – PSD (reeleito)
Gabriel Andrade – DEM
João Mendonça – PL
Caetano Bentes – REDE (reeleito)
Luany Favacho – PROS
Arilson Melo – PRTB
Gian do Nae – MDB (reeleito)
André Lima – REDE (reeleito)
Odilson Nunes – PSDB (reeleito)
Paulo Nery – Cidadania
Daniel Theodoro – PSOL
Janete Capiberibe – PSB
Adriana Ramos – PSC (reeleita)
Maraina Martins – PODE (reeleita)
Carlos Murilo – PSL (reeleito)
Alexandre Azevedo – PP
Zeca Abdon – PP
Edinoelson Careca – PROS

PF apreende R$ 860 e santinhos de candidata a vereadora

No bairro Marco Zero a  Polícia Federal prendeu, neste domingo (6), em flagrante pelo crime de transporte irregular de eleitores, motorista que conduzia veículo abordado por equipe do Ministério Público Eleitoral, após denúncia recebida pelo disk eleitoral, na cidade de Macapá/AP.
Dentro do veículo, além do homem que o conduzia, havia outras duas mulheres com as quais o condutor não tinha qualquer vínculo, assim como as pessoas transportadas não tinham nenhuma relação entre si.
No interior do veículo foram encontradas cédulas de R$ 50 (12), R$ 20 (3) e R$ 10 (20) e diversos santinhos de candidata a vereadora.

Homem é preso com santinhos de candidato e balas

A Polícia Federal prendeu em flagrante um homem no centro da cidade. Dentro do carro dele os policiais encontraram santinhos e praguinhas (adesivos) de um candidato, um carregador de pistola e duas caixas de munições calibre .40.

Os santinhos e as praguinhas eram pra distribuir na tentativa de conquistar votos. Mas… o que será que ele faria com as balas, hein?

Cabo eleitoral é preso em flagrante comprando votos

A Polícia Federal prendeu em flagrante um cabo eleitoral pela prática do crime de compra de voto. Com cédulas de diversos valores, o sujeito dependendo da cara do eleitor oferecia de dez a cinquenta reais pelo voto.
A PF não divulgou o nome nem do cabo eleitoral nem do candidato que seria beneficiado com a captação ilícita.
O homem foi encaminhado à Superintendência Regional da Polícia Federal no Amapá para realização da prisão em flagrante e poderá cumprir pena de até quatro anos de reclusão, além de pagamento de multa.

PF prende candidato que estava fazendo boca de urna

A Polícia Federal prendeu em flagrante, na manhã deste domingo de eleição (6/12), um candidato a vereador por propaganda de boca de urna, em Macapá/AP.
O candidato foi encaminhado à Superintendência Regional da Polícia Federal no Amapá para realização da prisão em flagrante pelo crime de propagando de boca de urna e poderá cumprir pena de até um ano de reclusão, além de pagamento de multa.