I Bike Chic Retrô

bikeNesta sexta-feira, dia do padroeiro São José e aniversário da Fortaleza de São José de Macapá, será realizado o I Bike Chic Retrô do Amapá, com saída às 16h passando pelos prédios mais antigos de Macapá.

Os organizadores Jair Borges e Leandro Bombeiro dizem que a ideia do evento, iniciado na cidade de Londres em 2009, é um retorno ao passado com um carinho todo especial, afinal, é no passado que residem os fundamentos do presente.

“Das roupas às bikes, curtir um belo passeio pelas ruas e avenidas de Macapá com os amigos e a família é o que pretendemos proporcionar a todos.

O Pedal terá o seguinte percurso:
Lateral da Fortaleza (próximo ao BB), Fortaleza, Av. Mendonça Jr, Casa do Artesão, OAB, Residência Oficial, Av Fab, Escola Barão Do Rio Branco, Antigo Palanque Oficial, Igreja Quadrangular, Rua Leopoldo Machado,Av. Mendonça Furtado, Cemitério Central, Av.General Gurjão, Nova Catedral, Av. Presidente Vargas, Praça Veiga Cabral, Igreja Matriz, Av. Presidente Vargas, Rua Cândido Mendes, Av. Mendonça Furtado, Museu Joaquim Caetano, Rua Independência, Rua Cândido Mendes, Mercado Central, Rua Beira Rio até o porto de desembarque de açaí nas madrugadas e retorno pela mesma rua até ao gramado da Fortaleza, local do piquenique.

Moraes Moreira e Davi Moraes dia 8 de março em Macapá

baianosPai e filho presenteiam Macapá com o show homenageando os 40 anos do disco Acabou Chorare, obra-prima dos Novos Baianos. Moraes Moreira e Davi Moraes encerram a sétima edição do Festival Quebramar no especial dia 8 de Março (Domingo – Dia Internacional das Mulheres), prometendo emocionar os velhos, novos e novíssimos baianos! Não perca!
O projeto “40 anos de Acabou Chorare” é apresentado pela Petrobras e Governo Federal, após ser contemplado na seleção pública em 2012 do Petrobras Cultural.
O VII Festival Quebramar é apresentado pela Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural. Integra a Rede Brasil de Festivais Independentes e Circuito Amazônico de Festivais Independentes, recebe o apoio da Prefeitura Municipal de Macapá e tem como realizador a Casa Fora do Eixo Amapá.

Serviço
Data: 8 de Março
Evento: 7º Festival Quebramar
Local: Anfiteatro da Fortaleza de São José
Horário: 23h45
Início das atividades do festival: 3 a 8 de Março
Entrada gratuita

(Texto: Assessoria de comunicação do Festival Quebramar)

Projeto Botequim

Nesta terça-feira (27), às 21, no Sesc Centro, o Projeto Botequim apresenta o show dos cantores Willian Cardoso e Chermont Jr.
Os artistas que participaram da 11ª edição do Sescanta Amapá interpretam grandes clássicos da MPB, MPA, bossa nova, samba de raiz,  entre outros.

Hoje no Projeto Botequim

Nesta terça-feira (20), às 21h, no Sesc Centro, o Projeto Botequim apresenta o show dos músicos Cley Lunna e Jerônimo Barreto.  Os músicos foram participantes do Sescanta 2014.

Durante a programação o palco do Projeto Botequim contará com a participação de artistas convidados, entre eles o cantor Elder Brandão que interpretará canções do compositor Jerônimo Barreto.

Cley Lunna
Benedito Clei dos Santos Barbosa iniciou sua carreira em festivais juvenis e tocando em bares nas cidades de Santana e Macapá. Após passar um período no cenário musical da cidade de Belém no estado do Pará, passou a adotar o nome artístico Cley Lunna.
De 2003 a 2006 atuou como cantor profissional fora do país passando por Suriname e Holanda. No Sescanta 2014 apresentou a canção ‘A Cada Domingo’. E em edições passadas participou com as músicas ‘Na Minha Veia’ e ‘Ribeirinho’ que hoje já fazem parte de seu repertório de carreira.

Jerônimo Barreto
Atuante na área musical há aproximadamente 23 anos o compositor Jerônimo Barreto já participou como contrabaixista de bandas de Pop Rock e MPB do Estado e possui várias composições com temas regionais de Música Popular Brasileira.
Atualmente é Tenente Musical Trompista da Banda de Música da Polícia Militar do Amapá e suas composições são interpretadas por cantores locais dentre elas ‘Cachos de Ypê’, ‘Magia da Natureza’ e ‘Blues Azul’ fizeram parte de edições do Sescanta Amapá.

(Texto: Assessoria de comunicação do SESC-AP)