Colinho

Olha eu no colinho da minha mãe, professora Delzuite Cavalcante.
Ah, se o tempo voltasse.

(Quando a mana Alcilene aprendeu a escrever, um dia pegou os álbuns de fotos e resolveu identificar todas, escrevendo os nomes nas próprias fotos. Depois, cheia de orgulho, saiu mostrando pra todo mundo sua façanha e a prova de que já sabia escrever)

Feliz aniversário!

Hoje a festa no blog é para essa menina linda,  minha sobrinha Carol, filha do mano Zoth.
Ela mora no Rio de Janeiro e fez aniversário ontem. E Zoth – que é pai super coruja – foi pro Rio festejar.
E nós, daqui de Macapá, te mandamos muitos beijos, paparicos e mimos, desejando que todos os teus dias sejam plenos de saúde, paz, amor e alegrias.

Zoth e os filhos Lucas, Carol e Alcy Neto

Celebrando a vida

Hoje é um dia super especial. Dia de festejar, comemorar, celebrar a vida. É aniversário do meu amado filho Márcio Harley.

Meu filho, você é o mais belo e mais importante presente que Deus nos deu, a mim e seu pai.

Deus te abençoe, te proteja e ilumine teus caminhos todos os dias – de aniversário ou não.

Que te abençoe o sol nos dias luminosos de verão
e as estrelas nas noites claras de setembro.
Que te abençoe o mar
o grande mar
e as areias brancas
que receberam a marca dos teus pés
naquela manhã esquecida na infância.
Que te abençoe a lágrima
chorada certa tarde quando eu não estava
e te abençoe o verde que inaugurou a tua esperança.
Que te abençoe a rosa
e te abençoe o pássaro liberto.
Não te falte nunca a larga bênção
da árvore à margem do caminho
nem a bênção que vem dos sinos
quando a tarde cai acendendo mistérios.
Que te abençoe o anjo que guarda a tua ternura
e não te falte jamais a bênção do amor.
Que te abençoe a fé perdida nos caminhos
e a fé que ainda permanece no coração dos que amam.
Que te abençoe finalmente
a infinita bondade de Deus,
que te criou à imagem e semelhança do meu sonho.”

(Trechos do poema Bênção, do teu avô Alcy Araújo Cavalcante)

Feliz aniversário, Alcilene!


Hoje é um dia super especial. É aniversário da minha amada irmã Alcilene Cavalcante, dona do blog mais comentado do Amapá – o Repiquete.
Para ela o blog faz rufar de tambores e oferece confetes e serpentinas de todas as cores.
Lene, nós te amamos muito.

Que te abençoe a rosa
e te abençoe o pássaro liberto.
Não te falta nunca a larga bênção
da árvore à margem do caminho
nem a bênção que vem dos sinos
quando a tarde cai acendendo mistérios.
Que te abençoe o Anjo
que guarda a tua ternura

e não te falte jamais a bênção do amor.

(Alcy Araújo Cavalcante)