Boa notícia para o Bailique

Comunidade do Bailique feliz da vida com a notícia de que a Prefeitura de Macapá fará a entrega, no próximo sábado,  de   cinco geradores de energia elétrica tipo unidade de força terrestre, para aquele distrito.
Os geradores serão instalados em UBS e escolas. Eles foram obtidos por meio do Convênio 387/827971/2016 do Ministério da Defesa, de emenda parlamentar do senador Randolfe Rodrigues.
Os geradores são de tecnologia avançada, automatizados, funcionam a diesel, com potência de 19KVA e com isolamento acústico. Os responsáveis pelo manuseio receberão curso de capacitação
.

Estão abertas as inscrições para o IV Fórum Permanente de Boas Práticas na Administração Pública

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE/AP) em parceria com diversos órgãos públicos realiza o “IV Fórum Permanente de Boas Práticas na Administração Pública”, que este ano abordará “Sustentabilidade”, como tema. O evento acontece no plenário da TRE/AP, com início no dia 22 de maio, às 18h, e encerra no dia 23 de maio, com palestras pela manhã a partir de 8h30 e a tarde às 14h.

A participação no Fórum é gratuita e a inscrição pode ser feita pelo link: https://www.sympla.com.br/iv-forum-permanente-de-boas-praticas-na-administracao-publica__529399, com certificado para os participantes. O evento será aberto ao público em geral, com foco nos gestores públicos, servidores e acadêmicos.

O evento é coordenado pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE), e tem como objetivo a troca de experiências entre as instituições públicas para a evolução na administração e melhoria na gestão nos órgãos públicos.

São parceiros: Tribunal de Justiça do Amapá, Governo do Estado, Prefeitura de Macapá, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público Estadual, 22º Brigada de Infantaria de Selva e Universidade Federal do Amapá.

PROGRAMAÇÃO
22 de Maio
18h – Credenciamento
18h30 – Abertura: Composição da mesa
19h às 19h50 – Palestra: Novas Oportunidades de Sustentabilidade no Setor Público
Palestrante: Alexandre Meira de Vasconcelos – Graduado e Doutorado em Engenharia da Produção. Professor do Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais da UFMS.
Intervalo
20h às 20h50 – Palestra: Sustentabilidade no Poder Judiciário do Estado do Amapá
Palestrante: Paulo César do Vale Madeira – Juiz de Direito e Auxiliar da Presidência do Tribunal do Justiça do Estado do Amapá

23 de Maio
8h30 às 9h30 – 1º Painel: Sustentabilidade Ambiental na Administração Pública: da teoria a prática
Apresentador: Marcelo Moreira – Promotor de Justiça do Estado do Amapá
Debatedor: Maurício Oliveira – Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas do Amapá

9h50 às 10h50 – 2º Painel: Obras Sustentáveis Públicas: Boas Práticas Construtivas na Obra do Hospital Universitário da Unifap
Apresentador: Cledinei Amanajás – Servidor Público da Universidade Federal do Amapá; Graduado em Engenharia Civil e Mestrado em processos construtivos e saneamento urbano

Intervalo

11h10 às 12h – 3º Painel: Energias Renováveis na Administração Pública: energia solar fotovoltaica
Apresentador: Alaan Ubaiara Brito – Graduado e Doutorado em Energia pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Curso de Graduação, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e o de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação da UNIFAP
Debatedor:  Oscar Gislael Vieira Silva – Secretário do Meio Ambiente do Município do Oiapoque

14h – Palestra: Sustentabilidade no Dia-a-Dia
Palestrante: Teciane Dias de Oliveira – Servidora efetiva do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, atualmente Coordenadora de Pessoal e Colaboradora do Núcleo Socioambiental.

14h30 – Energia Solar Fotovoltaica do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
15h10 – Estação de Tratamento de Esgoto e Pavimentação Intertravado na 22ª Brigada de Infantaria de Selva
Apresentador: Arthur Peixoto Marques – Capitão do Exército Brasileiro e Engenheiro de Fortificação e Construção.

15h40 –  Boas Práticas Socioambientais no Município de Macapá
Apresentador: Clécio Vilhena – Prefeito do Município de Macapá

Intervalo

16h – Projeto Escola Verde: Horta Escolar e Empreendedorismo Sustentável do Governo do Estado do Amapá
16h40 – TJAP RESPONSÁVEL: na prática
Apresentador: Rosywan Cantuária – Assessor de Planejamento do Tribunal do Justiça do Estado do Amapá

(Assessoria de Comunicação/TRE)

Amapá se qualifica para entrar na rota da exportação

O Governo do Estado do Amapá (GEA) iniciou nesta segunda-feira, 13, o treinamento da equipe técnica selecionada para compor o Núcleo Operacional que irá implementar o Programa de Qualificação para Exportação (Peiex) no Estado. A meta do programa é qualificar 50 empresas no prazo de 24 meses no Amapá.

Para isso, foram selecionados, através de chamada pública, cinco colaboradores que assinaram o Termo de Outorga durante cerimônia realizada no Palácio do Setentrião. O programa é coordenada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap), vinculada à Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil).

De acordo com o secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Rafael Pontes, o objetivo é incentivar as empresas amapaenses a exportarem seus produtos. E fazer com que as empresas que estão começando a exportar, possam diversificar seus mercados e aumentar o percentual de seu faturamento com a exportação. “O programa passa a ser implantado no Amapá com o objetivo de qualificar as empresas para atuar no comércio exterior, tendo em vista toda nossa potencialidade de mercado”, afirmou.

A diretora-presidente da Fapeap, Mary Guedes, explicou que para execução dos trabalhos será implantado um Núcleo Operacional no município de Macapá, para atender 50 empresas em todas as etapas do projeto, conforme metodologia Peiex. “Serão 24 meses de trabalhos com a equipe técnica realizando diagnóstico nas empresas, elaboração de um plano de trabalho, capacitações dos empresários e ao final a empresa receberá um plano de exportação para orientar sua inserção internacional”, frisou.

O analista da Apex-Brasil, Laudemir Müller, lembrou que com a implantação do projeto, o Estado do Amapá vai entrar de vez na rota da exportação. “As empresas daqui passarão a ter a competência necessária para colocar seus produtos no mercado internacional, através de ações de promoção comercial para que elas possam participar de rodadas de negócio e feiras internacionais aumentando a cultura exportadora no Amapá”, afirmou.

O treinamento da nova equipe segue até sexta-feira, 17. A monitora é a extensionista, Ruthele de Sena Pereira. Ela espera que o trabalho que será executado possa contribuir com o desenvolvimento econômico e fomento ao empreendedorismo no Estado. “Tenho certeza que teremos uma equipe muito qualificada, que vai se empenhar em construir a história do programa no Amapá”, ressaltou.

Peiex

O programa é executado em municípios/regiões do Brasil onde existe adensamento de empresas com potencial exportador. Neles, são instalados Núcleos Operacionais do Peiex para qualificação das empresas que desejam exportar. Assim será feito no Estado do Amapá com a instalação do Núcleo Operacional da Região Metropolitana de Macapá.

Apex-Brasil

Apex-Brasil é a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, um serviço social autônomo como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Servço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social do Comércio (Sesc) e outros. A Apex-Brasil atua para promover a exportação de produtos e serviços brasileiros e atrair investimentos externos para o Brasil.

(Fonte: Secom/GEA)

Enfrentamento ao abuso sexual de menores

Começa nesta terça-feira, 14, a  programação da Rede Abraça-me de enfrentamento à violência sexual contra menores.
A abertura se dá com uma oficina ministrada por técnicos do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes durante todo o dia no Hotel Rio Mar. No encontro, serão avaliados os cenários nacional e estadual e discutidos compromissos e estratégias que devem ser assumidos pelos órgãos governamentais e não governamentais, que trabalham de forma articulada no enfrentamento à violência praticada contra o público infanto-juvenil.

No dia 16 e 17 de maio as ações acontecerão em instituições de ensino com debates, palestras e vídeos educativos sobre a temática. No dia 16, as atividades ocorrerão durante todo o dia na Escola Estadual D. Pedro I, localizada no município de Mazagão. Já na manhã do dia 17 os trabalhos acontecem na Escola Estadual Professor Antônio Munhoz Lopes, unidade de ensino que funciona no Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte de Macapá. E continua à tarde, no complexo Macapá Criança, localizado no bairro Pedrinhas, na zona sul da capital, encerrando a programação.

Oportunidade de emprego

Começam amanhã, 13 – e se estendem até quinta-feira, 16, as  inscrições para contratação de técnico e assistente técnico operacional, nas áreas de administração, ciências contábeis, economia, contabilidade e segurança no trabalho. pelo Serviço Social da Indústria (SESI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá.
O currículo constando a vaga e o nome completo  do candidato deve ser enviado para o e-mail rh.curriculum@sesisenaiap.org.br.

Todas as informações que orientam a como se candidatar constam no Comunicado do Processo Seletivo nº 002/2019, publicado na área Editais dos sites: www.ap.sesi.org.br e www.ap.senai.br.

II Encontro Estadual de Bombeiras

O Corpo de Bombeiros Militar (CBM/AP) realiza, nos dias 9 e 10 de maio, o II Encontro Estadual de Bombeiras Militares”. Com 392 militares do sexo feminino, representando 30,20% de um efetivo de 1.298 bombeiros, a corporação do Amapá se destaca em relação ao efetivo dos demais estados da federação.

A abertura contará com a palestra da major Karla Lessa, do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, reconhecida mundialmente como a primeira mulher a atuar como piloto de helicóptero de bombeiro do Brasil no resgate das vítimas na operação em Brumadinho. Na ocasião, uma aluna da Escola de Gestão Compartilhada Militar Professora Risalva Freitas do Amaral homenageará a major com a leitura de uma carta vencedora do concurso de cartas dos Correios com o tema “Escreva uma carta para o seu herói”.

Programação

9 de maio (quinta-feira)

Local: Anfiteatro da Unifap. Rodovia Juscelino Kubitschek, km 2 – Jardim Marco Zero – Macapá (AP)

7h30 – Credenciamento

8h00 –  Abertura (Cerimonial)

8h30 às 9h30 – Palestra: Relato de Experiência Profissional (Major Karla Lessa Alvarenga Leal – Corpo de Bombeiros de Minas Gerais)

9h20 às 10h – Palestra Suicídio na Adolescência (Psicóloga Carla Dutra)

10h10 às 10h30 – Intervalo

Banda de Música. Coquetel e Sorteio de Brindes

10h30 às 11h10 – Palestra Câncer de Mama (Dr. Antônio Sérgio Cavalcante)

11h20 às 12h – Palestra Câncer de Colo do Útero (Dr. Roberto de Souza Marcel)

12h10 às 13h50 – Almoço

14h00 às 14h40 – Palestra Assédio Moral e Sexual no Âmbito da Justiça: Trâmite Administrativo Civil e Militar (Dra. Luciana Barros de Camargo – Juíza de Direito / Promotora de Justiça Neuza Rodrigues Barbosa)

15h às 15h20 – Homenagens

Resultado: Bombeiro Padrão

15h20 às 15h30 – Intervalo

Apresentações Musicais e Sorteio de Brindes

15h30 às 18h – Oficinas Operacionais

15h30 às 18h – Apresentação de Artigos Científicos

Palestra: Atualizações no Atendimento a Vítimas de Trauma (Coronel do quadro de Oficiais de Saúde do CBM/AP – Karina Hamobono)

18h – Encerramento

10 de maio (sexta-feira)

Local: Quartel do Comando-Geral do CBM/AP. Rua Hamilton Silva, nº 1647 – Santa Rita – Macapá (AP)

8h – Abertura da Competição Operacional Feminina

– Salvamento aquático

– Salvamento em altura/terrestre

– Combate a incêndio

Homenagem a destaques e premiações

Apresentação Cultural

Palavras do Comandante-Geral do CBM/AP

Agradecimentos e Encerramento

Amapá já possui mais de 4,5 milhões de hectares no Cadastro Ambiental Rural

No Amapá, a área estimada era de 2,07 milhões de hectares, menos da metade do que já foi inserida na base de dados do CAR

O Amapá já possui mais de 100% de área passível de registro inseridos no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Já são mais de 4,5 milhões de hectares cadastrados em todos os 16 municípios do Estado. Os dados foram atualizados pelo Serviço Florestal Brasileiro.

O percentual é calculado de acordo com a área passível de cadastro é estimada com base no Censo Agropecuário 2006 (IBGE) e nas atualizações do Distrito Federal e dos estados do Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Pará e Mato Grosso. No Amapá, a área estimada era de 2,07 milhões de hectares.

A inscrição no Cadastro Ambiental Rural é obrigatória desde 1º de janeiro de 2019 para todos os imóveis rurais que, além de regularizarem a propriedade, passam a ter os benefícios previstos no novo Código Florestal. O proprietário que não efetivou sua adesão ao CAR não pode ter acesso ao financiamento rural, além de não poder solicitar licença ambiental nem fazer qualquer negociação com o imóvel rural.

Além disso, os produtores que atualizarem o cadastro no CAR poderão acessar recursos do Fundo Constitucional Norte (FNO), do Banco da Amazônia. Em 2019 estão disponíveis R$ 450 milhões para serem investidos no setor produtivo do Amapá. Com isso, o Estado espera aumentar a influência do setor primário no Produto Interno Bruto (PIB) amapaense.

O cadastro seguirá até o dia 31 de dezembro de 2019, de forma gratuita, e pode ser feito pelo endereço eletrônico www.car.gov.br, ou no espaço que fica no térreo do prédio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em Macapá, que dispõe de computadores e ponto de internet para o acesso ao sistema.

(Secom/GEA)

Rodas de conversa e tambor de mina no Dia dos Cultos Afros

Rodas de conversas e tambor de mina irão marcar o Dia Estadual dos Cultos Afros no Amapá, que é celebrado no dia 8 de maio (quarta-feira). Nas discussões, que acontecem no período da manhã, o tema central será o combate à intolerância religiosa. À tarde, acontece o Tambor de Mina, na sede da Associação Cultural Marabaixo do Pavão, no bairro Jesus de Nazaré, em Macapá.

A data
Comemorado em 8 de maio, o Dia Estadual dos Cultos Afros foi instituído pela Lei nº 0933/2005. A data foi escolhida em homenagem à Dulce Costa Moreira, a “Mãe Dulce”, uma das precursoras da cultura afro-religiosa no Amapá e fundadora do Terreiro de Santa Bárbara. Ela teria tocado pela primeira vez o Tambor de Mina no Estado, no dia 8 de maio de 1963.

Confira a programação
8 de maio de 2019
Dia Estadual dos Cultos Afro
Local: Terreiro de Santa Bárbara (Mãe Dulce). Rua Professor Tostes, entre as avenidas FAB e Procópio Rola
8h – Café da manhã;
9h30 – Roda de Conversa: “O Tambor de Mina e suas origens”. Convidados: Pai Marcos (Ilê Ase Ibi Olufonnin Oloyê); Pai Salvino (Unzó Nlunda Kisimbi Junsara Tat’etu Omizangue); Mãe Socorro de Oxum (Mina Nagô Santa Bárbara); Mãe Iolete (Mina Nagô Nossa Senhora das Graças);
11h30h – Encerramento da Roda de Conversa.

Tambor de Mina – Toca do Pavão. Avenida José Tupinambá, entre as ruas Leopoldo Machado e Jovino Dinoá
19h – Abertura;
19h30 – Lançamento oficial do site da Seafro;
20h – Cerimônia religiosa (tambor);
0h – Encerramento/lanche.

Astronauta Marcos Pontes poderá “descer” no Amapá

Randolfe e o ministro astronauta Marcos Pontes tratam de tecnologia e inovação no Amapá
Por Carla Ferreira

O senador Randolfe Rodrigues (REDE – AP), líder da oposição, reuniu ontem (3) com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o astronauta Marcos Pontes, e o presidente da Associação de Empresas Tecnológicas do Amapá, Felipe Ferreira, para tratar da economia criativa e das empresas de tecnologia, as chamadas start-ups.
O senador apresentou ao Ministro a intenção de discutir um novo marco legal para a economia criativa, que melhore o ambiente desse tipo de negócio. As start-ups, segundo Randolfe, são “um caminho para empregar e bem-remunerar a enorme criatividade da nossa juventude, que tem sido preterida no mercado formal”.
Na ocasião, o senador Randolfe convidou o ministro Marcos Pontes a visitar o Amapá e juntos participarem de um encontro para tratar do desenvolvimento tecnológico no estado, focando na vocação para soluções que conjuguem tecnologia e sustentabilidade.
Trataram ainda de um ambicioso projeto de trazer internet banda larga para o Amapá, de alta velocidade, por cabos de fibra ótica alimentados desde a Guiana Francesa. A medida beneficiará com internet rápida e barata todos os municípios da bacia do Rio Amazonas.
Randolfe se comprometeu a articular uma emenda de bancada, junto ao Presidente Davi Alcolumbre, para colaborar com o financiamento e implementação desse projeto.