Argentina e Venezuela investigam casos relacionados à Odebrecht

Monica Yanakiew – Correspondente da Agência Brasil

A justiça argentina recebeu, nesta quarta-feira (11), um pedido para investigar o chefe da Agência Federal de Inteligência (AFI), Gustavo Arribas, suspeito de ter recebido mais de meio milhão de dólares em propinas da Odebrecht, em 2013. O nome dele foi citado numa reportagem do jornal argentino La Nación, com base em documentos fornecidos a justiça brasileira pelo doleiro paulista Leonardo Meirelles, como parte de um acordo de delação premiada.

Segundo o La Nación, na documentação à qual teve acesso, Meirelles registrou cinco transferências para uma conta suíça do chefe da AFI, entre 25 e 27 de setembro de 2013. No total, foram transferidos US$ 594,518. O jornal tentou entrar em contato com Arribas, que está de férias com a família no Brasil, mas só conseguiu falar com seus assessores, que só confirmaram uma transferência de US$ 70,495. O dinheiro, segundo eles, foi o resultado da venda de um imóvel em São Paulo, onde Arribas vivia na época. (Leia mais)

Morre aos 91 anos Zygmunt Bauman, pai da ‘modernidade líquida’

Da Agência Ansa

Nascido em 19 de novembro de 1925, em Poznan, na Polônia, Bauman serviu na Segunda Guerra Mundial e tem uma extensa biografia com reflexões sobre a sociedade e as mudanças do mundo atual.

Sua principal teoria, com a qual ficou mundialmente conhecido, é a da chamada ‘modernidade líquida, que aborda  a “liquidez” das relações sociais na modernidade e pós-modernidade e abriu um vasto campo de estudos para diferentes áreas, como a filosofia, a cultura, o relacionamento humano. A teoria tem foco no individualismo e na efemeridade das relações – e até mesmo na revolução que as mídias digitais trouxeram para a sociedade moderna.

Ativo, mesmo aos 91 anos, Bauman não parava de trabalhar em livros e teorias, sendo um dos maiores filósofos e sociólogos do fim do século 20 e início do século 21. Grande parte das suas obras foram traduzidas para o português e o seu último livro lançado no Brasil foi “A riqueza de poucos beneficia todos nós?”.

Do G1

Zygmunt Bauman, sociólogo e filósofo polonês, morre aos 91 anos

Intelectual foi um dos mais importantes do século XX e ficou conhecido como criador do conceito de ‘modernidade líquida’. Ele é autor de ‘Amor líquido’ (2003); causa não foi divulgada.

O sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman, criador do conceito de modernidade líquida e considerado um dos principais intelectuais do século XX, morreu nesta segunda-feira (9) em Leeds, na Inglaterra, aos 91 anos, inforrmou o jornal “Gazeta Wybocza”. A causa da morte não foi divulgada.

Em seus livros como “Amor líquido” (2003), Bauman discutiu como as relações da sociedade tendem a ser menos frequentes e duradouras. Esse conceito da “modernidade líquida”, para ele, valia para campos tão distintos como arte, relacionamentos, economia e política, por exemplo.

Ele trabalhava como sociólogo e professor emérito de sociologia na Universidade de Leeds havia mais de 30 anos. Sua obra se caracterizou obra por uma visão crítica da sociedade pós-moderna e globalizada.

Ao longo de sua carreira como escritor, que iniciou na década de 1950, Bauman desenvolveu uma sociologia crítica e emancipadora. Abordou temas como as classes sociais, o socialismo, o Holocausto, a hermenêutica, a modernidade e a pós-modernidade, o consumismo e a globalização.

Dentre suas obras destacam se “Modernidade líquida”, “Amor líquido: Sobre a fragilidade dos laços humanos, “Europa, uma aventura inacabada”, “Ética pós-moderna”, “Tempos líquidos” e “Vida para consumo”. (Leia mais)

Estado Islâmico explode principal fonte de gás da Síria

Da Agência Ansa

O grupo terrorista Estado Islâmico explodiu e danificou o maior depósito de gás natural da Síria, localizado na região central do país. Inicialmente, a explosão foi anunciada pela agência de notícias dos jihadistas, a Amaq, que publicou uma foto e um vídeo que mostravam alguns militantes do grupo na sede da Hayyan Gas Company, localizada na província de Homs, um pouco antes dos explosivos terem sido detonados na tarde de ontem (8). As informações são da agência Ansa.

Segundo o site Al-Masdar News, as imagens divulgadas pela Amaq realmente são de Hayyan. No entanto, ainda não é possível confirmar se o poço de gás natural, que antes de 2011 chegava a produzir cerca de 3 milhões de metros cúbicos de gás por dia, foi completamente destruído. Por ser a principal fonte de gás do país, milhões de sírios sofrerão com a falta de um aquecimento adequado para os próximos meses de inverno.

Negociações de paz

O presidente sírio, Bashar al-Assad, afirmou nesta segunda-feira (9), que o seu governo está pronto para Continue lendo

Decretado estado de emergência também na Guiana Francesa

O presidente da França decidiu estender o estado de emergência, decretado dia 14, aos territórios Ultra-mar, como a Guiana Francesa, que faz fronteira com o estado do Amapá (Brasil).

O anúncio foi feito ontem à noite pelo ministro Georges Pau-Langevin.

“Au regard des récentes évolutions annoncées par le Président de la République pour répondre à la menace terroriste, le Gouvernement a décidé d’étendre l’état d’urgence à la Guadeloupe, à la Guyane, à la Martinique, à Mayotte, à la Réunion ainsi qu’à Saint- Barthélemy et Saint-Martin”  informou  Georges Pau-Langevin, ministre de l’Outre-mer.

François Hollande:

“Prosseguiremos os ataques durante as próximas semanas. Não haverá qualquer abrandamento, nem qualquer trégua. A França está em guerra. Estamos em guerra contra o terrorismo jihadista que ameaça o mundo inteiro.”
(Presidente da França François Hollande, em pronunciamento hoje)

Porta-aviões Charles de Gaulle segue para o Mediterrâneo oriental

Da Agência Lusa

O porta-aviões francês Charles de Gaulle, com 26 unidades de combate a bordo, saiu hoje (18) do porto de Toulon (Sudeste da França) em direção ao Mediterrâneo oriental, onde vai participar do combate ao grupo Estado Islâmico.

Após os atentados de sexta-feira (13) em Paris, o presidente francês, François Hollande, decidiu envolver o grupo aeronaval no Mediterrâneo oriental, antes de reuní-lo, se necessário, no golfo arábico-persa”, disse o almirante René-Jean Crignola, comandante do grupo, citado pela agência France Press.

O Charles de Gaulle e seus 26 caças – 18 Rafale e oito Super-Etandard – deverão chegar à região dentro de pouco dias, na Síria ou no Líbano. Continue lendo

Embaixador da França convida brasileiros para vigílias neste domingo

O embaixador da França no Brasil, Laurent Bili, convidou os brasileiros a se juntarem às vigílias que serão promovidas em Brasilia, São Paulo, Rio de Janeiro e Recife amanhã (15), a partir das 17h (horário de Brasilia). As vigílias serão organizadas pela embaixada e os consulados-gerais da França no Brasil para homenagear as vítimas dos atentados terroristas dessa sexta (13) em Paris e prestar solidariedade aos franceses, além de fazer com que as pessoas se sintam fortalecidas e fortalecer a nossa união contra os terroristas. (Leia mais)

Paris: 129 mortos e 352 feridos

Da Agência Lusa

Balanço divulgado agora há pouco pelas autoridades francesas informa que os atentados de sexta-feira em Paris fizeram 129 mortos e 352 feridos, 99 dos quais estão em estado grave.

O balanço foi divulgado em entrevista coletiva pele procurador de Paris, François Molins, que acrescentou que “sete terroristas morreram durante a sua ação criminosa”, seis dos quais homens-bomba. Um deles já foi “formalmente identificado”, disseram as autoridades.

As primeiras conclusões da investigação sugerem que “pelo menos três equipes” de terroristas perpetraram os atentados. Eles usaram vários veículos, um dos quais com placa da Bélgica e alugado por um francês. Em dos ataques, o casa de shows Bataclan, onde morreram pelo menos 89 pessoas, os terroristas gritaram frases relativas à Síria e ao Iraque.

Nos seis ataques, foram contabilizadas várias centenas de disparos de calibre 7,62 mm, segundo o procurador, que indicou que os atacantes utilizaram metralhadoras ‘kalashnikov’.

Molins confirmou que foi encontrado um passaporte sírio junto ao corpo de um dos atacantes que perpetraram o ataque ao Estádio de France. Também confirmada foi a informação de que um dos terroristas foi identificado como sendo um cidadão francês, de 30 anos, residente em Courcouronnes, nos arredores de Paris, e conhecido das autoridades por pequenos delitos cometidos entre 2004 e 2006.

As autoridades detiveram hoje de manhã três pessoas, uma das quais na fronteira entre a França e a Bélgica.

Hospital do Médicos sem Fronteiras é bombardeado no Iêmen

Da Agência Sputinik Brasil

Um hospital da organização internacional Médicos sem Fronteiras (MSF) foi alvo hoje (27) de um ataque aéreo por parte da aviação saudita, em Saada, no Iêmen.

“Uma unidade da MSF foi alvejada na noite passada por uma série de ataques aéreos, quando pacientes e pessoal médico estavam dentro do prédio”, comunicou a organização através do seu Twitter.

É o segundo hospital da MSF bombardeado durante o mês de outubro. O primeiro caso foi o da cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. O prédio foi bombardeado pela aviação dos EUA. O comando da missão norte-americana no Afeganistão se justificou alegando ter informações de que militantes do grupo terrorista Talibã podiam estar dentro do hospital.