ZYE-2

rdmOlhaí o antigo prédio da ZYE-2 Rádio Difusora de Macapá, uma voz do Amapá a serviço do Brasil (como anunciava o locutor Pedro Silveira) na época do Grande Jornal Falado E-2, da rádio-novela, dos cantores de rádio, programas de auditório, gincanas e muita informação.

Naquela época para ser radialista tinha que ter vozeirão, excelente dicção, cultura e, claro, não falar besteira e muito menos falar errado.

O Humberto Moreira começou a carreira de radialista por lá, no Departamento de Esportes, e chegou a ser considerado o melhor narrador esportivo da região Norte.

Lembras de outros radialistas que passaram por lá? Quais programas você ouvia e dos quais participava mandando cartinha ou telefonando?

Lembras do “Carnê Social” que todo mundo ouvia para saber quem estava aniversariando e onde ia ter festa?

No antigo bairro da Favela…

favela

Quem diria que o bairro Central de Macapá já foi assim? Pois é. A ponte – onde essas figuras estão fazendo pose – ficava na avenida Mendonça Furtado entre as ruas Jovino Dinoá e Odilardo Silva, antigo bairro da Favela.

Aí havia um igapó onde a molecada ia pegar peixinhos em vidros de soro (Não é, Sapiranga?). Naquela época os frascos de soro eram de vidro e a criançada usavo-os como aquário.

Reconhece as pessoas que estão fazendo pose na ponte?