Inscrições abertas para 11ª mostra de música Sescanta 2014

O Serviço Social do Comércio no Amapá (Sesc/AP) abre as inscrições para 11ª mostra Sescanta 2014, que visa contribuir para o processo de criação e difusão da cultura.  As inscrições poderão ser feitas até o dia 24 de outubro, no horário das 8 às 12h e das 14 às 18h, na Casa da Cultura – Sesc Araxá (Rua Jovino Dinoá, 4311).

Podem se inscrever músicos, cantores, compositores, interpretes e grupos musicais do Estado do Amapá, onde cada candidato deverá apresentar três músicas de sua autoria e de livre tendência musical, inclusive instrumental, sendo que uma das músicas deverá ser inédita e original (entende-se por música inédita aquela que não tenha sido gravada em CD ou DVD com tiragem comercial e/ou premiada em mostras e/ou festivais).

No ato da inscrição, o cantor ou grupo deverá apresentar quatro cópias das letras de todas as músicas digitadas com suas respectivas partituras e cifras, pseudônimo e nome da música; Um CD com a gravação das músicas no formato MP3 ou WAV, identificado com o pseudônimo, nome das músicas e identificação da música inédita.

Além do CD, deverão ser encaminhadas autorização legal e as fichas de inscrição, devidamente preenchidas, em envelope fechado, identificado apenas pelo pseudônimo. A mostra veda a participação dos servidores do Sesc, Senac, Fecomércio, parente até segundo grau.

Os documentos para inscrição são cópia da carteira identidade, comprovante de conta corrente, CPF, PIS e ficha de inscrição, devidamente preenchida. No ato da inscrição, o compositor deverá assinar um termo de compromisso para com o desdobramento “Sescanta na Escola”.

A seleção ocorrerá nos dias 29 a 31 de outubro de 2014, por uma comissão de curadores indicada pelo Sesc/AP, constituída por músicos, professores de língua portuguesa e técnicos que atuam na área musical do Sesc de outros Estados, que farão a seleção dos 12 compositores, sendo cada um com três músicas totalizando 36 músicas. As apresentações das músicas serão divididas entre os dias 4 e 5 de dezembro.

O resultado será divulgado no dia 4 de novembro no site do Sesc, www.sescamapa.com.br, e fixado nos murais do Sesc Araxá e Sesc Centro. A premiação será concedida aos 12 compositores selecionados, com um incentivo cultural no valor de R1.500. Além de troféus e certificado de participação (concedido também para intérpretes). Os 12 músicos selecionados participarão do Projeto Botequim 2015.

A mostra proporciona a gravação de um CD, com as 12 músicas selecionadas, com edição de mil cópias. Cada músico selecionado receberá 65 CDs.

(Assessoria de comunicação e marketing/Sesc-AP)

Concerto de piano e violino

O Serviço Social do Comércio do Amapá traz neste sábado (13), a 2ª edição do Sesc Partituras, com a participação da violinista Eliane Tokeshi e da pianista Lídia Bazarian. O evento ocorre no auditório da Escola de Música Walkíria Lima, às 20h, com entrada gratuita.

No repertório estão obras de Francisco Mignone, Sonata em sol; Herinque Oswald, Romanza; Glauco Velasquez, Trizteza e Página descritiva ópera 39; César Guerra-Peixe, Sonata n.2 e Bilhete de um jogral.

Sesc Partituras – O Sesc Partituras é um projeto sem fins lucrativos que tem como objetivo preservar, difundir e democratizar o acesso ao patrimônio musical brasileiro. É uma biblioteca virtual de música composta por acervo de partituras digitais, obras transcritas através de programas de editoração.
A proposta é disponibilizar a todos os interessados um sistema de catalogação e busca coerente com as reais necessidades dos músicos pesquisadores, o que inclui além de consulta ao catálogo com suas informações, a visualização e audição de cada partitura. Todas as obras apresentadas nesse concerto têm suas partituras disponibilizadas integralmente no endereço eletrônico www.sesc.com.br/sescpartitura.

Eliane Tokeshi – Bacharel em violino pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), Eliane Tokeshi foi premiada com uma bolsa do governo brasileiro (Capes), deu continuidade aos estudos nos EUA, na Boston University e na Northwestern University, onde concluiu o curso de mestrado e doutorado em violino respectivamente.
A artista recebeu diversos prêmios, como o 1º lugar nos concursos Jovens Instrumentistas do Brasil, Jovens Estímulos do Estado de São Paulo e Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, quando atuou sob a regência do maestro Eleazar de Carvalho.
Em 1998, venceu o Concurso de Solistas da Northwestern University. Como solista, tocou à frente de várias orquestras e também em recitais e concertos. A violinista tem se destacado no trabalho voltado para a valorização do repertório brasileiro e contemporâneo. Gravou um CD com obras para violino e piano, de César Guerra-Peixe, pelo selo YB.

Lidia Bazarian A pianista Lidia Bazarian desenvolve uma intensa atividade artística como solista e camerista. Tem se dedicado especialmente à pesquisa, execução e gravação do repertório contemporâneo brasileiro.
Como integrante do grupo Novo Horizonte, participou de três volumes da coleção de CDs Brasil, New Music (selos Camerati e Viva Voz) e se apresentou em recitais no Brasil e na Dinamarca. Com o flautista Marcelo Barboza gravou o CD Paisagem Brasileira (Meridien Records/Inglaterra) e se apresentou em concertos nos Estados Unidos, Inglaterra, Bélgica, Dinamarca e Suécia.
A pianista participou do projeto Música de Câmara Brasileira (selo Laboratório de Acústica Musical e Informática – LAMI ) gravando obras de Edson Zampronha, Gilberto Mendes e Marisa Rezende, e do CD Trópico das Repetições (selo Sesc), gravando obras para piano, solo de Silvio Ferraz. Com o Sonâncias, gravou o CD Ressonâncias (selo LAMI) dedicado a obras de jovens compositores brasileiros.
Atualmente é pianista da Camerata Aberta (Prêmio APCA 2010) com quem tem se apresentado no Brasil e no exterior.

(Texto: Petrônio Portela, da assessoria de comunicação do Sesc-AP)

Osmar Junior no Projeto Botequim

Nesta terça-feira (2), às 21h, no Sesc Centro, o Projeto Botequim apresenta o show do cantor amapaense Osmar Junior, que vai cantar grandes clássicos da Música Popular Amapaense como Tarumã, Igarapé das Mulheres, Pedra do Rio, Coração Tropical, Pra Nunca Mais, Os Passa Vida, entre outros.

Osmar Júnior é cantor e compositor brasileiro. Está entre os principais representantes da música amapaense. Aos 14 anos, estudou violão com o maestroOscar Santos, um dos pioneiros da música do Estado. Aos 17, atuou também como contrabaixista e guitarrista em diversos conjuntos musicais de Macapá.

Na década de 80, iniciou sua trajetória como compositor, participando de festivais universitários. Em 89, foi produtor do LP “Sentinela Nortente”, do cantor amapaense Amadeu Cavalcante, um dos marcos  transformadores na música regional na Amazônia. Osmar Júnior também produziu os discos “Vida Boa”, de Zé Miguel e “Estrela do Cabo Norte”, o segundo de Amadeu Cavalcante.

Osmar despontou em bandas locais e festivais. “Tive a sorte de ser chamado para tocar em bandas, como a Banda Placa, e outras da época. Paralelo aos shows, os Festivais de Música aconteciam com muita intensidade no Brasil e no Amapá também. Então, fomos colocando músicas nos festivais, e criamos o Movimento Costa Norte”, afirma.

Osmar Júnior lançou seu primeiro disco somente em 1991, intitulado “Revoada”, com algumas canções que tornaram sucesso, tais como “Pedra do Rio”, “Igarapé das Mulheres” e “Pra Nunca Mais”. Quase oito anos depois, foi à vez do segundo disco, o CD “Quando Voltam os Guarás”.

Osmar Júnior explica que o Movimento Costa Norte deu origem a nomes como Zé Miguel, Val Milhomen, e Amadeu Cavalcante. “Nós nos tornamos os maiores pesquisadores e executores da Música Amazônica no Norte do Brasil”. O cantor acredita que fizeram o melhor: “criar uma identidade da Música Popular Amazônica e principalmente no Amapá. Esse movimento dá consciência a toda uma nova geração de que nós temos que ter nossas indústrias, nossa cultura, nossa roupa”.

O artista se define como regionalista. “Sou regionalista por opção, minha música envolve pesquisa, música de raiz, cantorias e todo tipo de música que é executada e ouvida no Norte do Brasil”.

(Texto: Fernanda Gabriela de Oliveira Picanço/Assessora de Comunicação e Marketing do Sesc-AP)

Rebecca Braga faz show no Bar Diretoria em setembro

A cantora Rebecca Braga, sucesso de público e crítica no Amapá, apresenta no dia 12 de setembro de 2014, no Bar Diretoria Drink & Music, orebeca show “Rebecca Braga: Feminina”. A apresentação, marcada para começar às 22h, será diferente de qualquer outra em Macapá. A artista cantará canções que fizeram sucesso na voz de grandes cantoras do pop e do rock. O evento contará com as participações especiais das cantoras Hanna Paulino, Celine Guedes e Karol Carvalho.
Repertório
No setlist, músicas de Tina Turner, Madonna, Alanis Morissette, Cindy Lauper, Lana del Rey, Adele  e bandas como The Pretenders, No Doubt, The Cranberries, Sixpence none the richer, e as cantoras brasileiras, Rita Lee, Pitty e mais ótimas surpresas no repertório, que contará com mais de 2h de canções escolhidas a dedo.
Rebecca Braga
Rebecca Braga é reconhecida no Amapá. Ela á participou de alguns festivais, fez história no início do movimento rock macapaense e importantes eventos cultuais na capital e no interior do estado. Seu talento é exaltado até mesmo por outros artistas da Música Popular Amapaense (MPA).
Rock n Roll, a moça comandou a banda Drop’s Heroína na primeira metade dos anos 90, a primeira formada só por mulheres no Estado, que embalou muitas noites e festas memoráveis. Ela possui sensibilidade, presença de palco, desenvoltura, carisma, muito talento, voz encantadora e anos de experiência.
Rebecca sempre foi, além de muitas coisas, uma cantora na essência. Tudo aliado a compromisso e muito profissionalismo. O show será coisa fina, para quem curte boa música em local adequado.
Serviço: 
Evento: Show Rebecca Braga: Feminina
Local Bar Diretoria Drink & Music.
Endereço: Avenida Mendonça Júnior, esquina com Rua. Manoel Eudóxio Pereira
Data: 12/09/2014
Hora: 22h
As mesas custam R$ 40,00
Informações nos números: 81063767 / 81190676

(Texto e foto: Assessoria da cantora Rebecca Braga)

Zulusa

Hoje é dia do show Zulusa, com a cantora amapaense Patrícia Bastos, que mostra pela segunda vez no Amapá o que o Brasil já conhece. A show – que começa às 19h – será à beira do maior rio do mundo, em frente à Casa do Artesão, com direito a todo o repertório e mistura de sons que estão no CD, lançado em 2013.

Show de Paulinho Bastos no Largo dos Inocentes

Concertos de Verão de sexta-feira apresenta Paulo Bastos, Graham Cia de Dança e Brenda Melo

Paulo Bastos é a atração principal do instrumental no Concertos de Verão desta sexta-feira, 20. Ele apresenta o show Voz, Pau & Corda, com um repertório 90%  autoral, dividido em duas partes. Quem acompanha o musical é a Graham Cia de Dança, com suas evoluções premiadas e reconhecidas nacionalmente, e a intervenção vocal é da cantora revelação do Amapá, Brenda Melo, que irá interpretar cinco canções acompanhada de Paulo Bastos e a Cia de Dança. O projeto Concertos de Verão acontece no Largo dos Inocentes, a partir das 19:30.
Paulo Bastos tem nome na história da música amapaense. Filho e irmão de artistas, cresceu em meio às rodas de samba e de chorinho, de onde herdou o gosto por instrumentos. Aperfeiçoou seus conhecimentos ao estudar música e mergulhou fundo na cultura regional de onde trouxe ferramentas para suas experiências musicais. No show Voz, Pau & Corda, ele conta sua vida em duas partes, na infância, de chorinhos e sambas, e a segunda mostra o resultado de suas inovações em que mistura a percussão do marabaixo e batuque, com a música erudita e de manifestações populares.
Acompanham Paulo Bastos no palco os percussionistas Ceará da Cuíca, Nena Silva e Adelson Preto, o baterista Fábio Montalverne, o baixista Taronga, e o violonista Wayne Silva. A pioneira homenageada é a professora Zaide Soledade, que chegou em Macapá aos 16 anos e desenvolveu um amor materno pela cidade. Vendedora de loja, educadora, atriz da primeira novela do Norte com artistas da região, Zaide é associada da Confraria e uma das mais empenhadas em valorizar a cidade de Macapá, proposta pela entidade.

O Projeto Concertos de Verão é realizado pela Confraria Tucuju desde 2008, para dar espaço para a música instrumental e espetáculos de dança, e atrair público para apreciação de shows que mesclam som e evolução. Ele acontece anualmente, de agosto a novembro, época do verão amazônico, no Centro Histórico de Macapá, atrás da igreja São José. Este ano duas inovações foram inseridas e deram certo, a participação de um vocalista interpretando cinco canções, e a homenagem a um pioneiro de Macapá.

(Ascom/Confraria Tucuju)

Mostra Sescanta

Saiu hoje o  resultado do Processo de Seleção da 10ª Mostra Sescanta Amapá 2013, que será realizada nos 10 e 11 de outubro, no Espaço Recreativo Cultural do Sesc Araxá.

Veja os artistas e obras classificados:

01 – Chermont Júnior: obras – O Festivaleiro, Curumim das Guitarradas e Indignação Nacional
02 – Paulo Bastos: obras – Batuqueiro, Sim ou Não, Recado
03 – Bebete Nandes: obras – Festejo 4 de fevereiro, zabelê e Preto Véio
04 – Aroldo Pedrosa: obras – Asas da Palavra, Último Enredo e Nega
05 – Cley Luna: obras – Rastro e faro, Na veia e Ribeirinho
06 – Illan do Laguinho: obras – Minha fé, Poço da boa hora e Dandara
07 – Karol Diva: obras – Sereia do Rio Amazonas, viver melhor e No canto do sabiá
08 – Tatiana oliveira: obras – Segura na tua saia, Menina do Rio Amazonas e Canto Minha Fé
09 – Sérgio Sales: obras – O menino e a rosa, Encantado e Alquimia
10 – Nonato Santos: obras – Cândida Ninfa, Coração de Uaiuá e Façamos Alguém sorrir
11 – Tom Campos: obras – Meu Amapá, Santana Jazz e Voo Livre
12 – Albe Mattos: obras – Apocalyptica, Olhos de condor e Poroc, poroc