Jogadores da seleção brasileira se apresentam em hotel no Rio

Marcio Dolzan – O Estado de S. Paulo

RIO – O goleiro Jefferson e o atacante Fred foram os primeiros jogadores a se apresentar à seleção brasileira na manhã desta segunda-feira, dia em que começa a concentração do Brasil para a Copa do Mundo.

Eles chegaram cedo ao hotel que serve de ponto de encontro da delegação no Rio de Janeiro antes da viagem à Teresópolis, região serrana do Rio. O local fica próximo ao Aeroporto Tom Jobim. Jefferson foi o primeiro. Os zagueiros Dante e David Luiz e o goleiro Julio Cesar apareceram logo depois de Fred.

A viagem para Teresópolis, a 91 km do Rio, estava marcada para as 10 horas, mas ocorreu com mais de 30 minutos de atraso. Na Granja Comary, a seleção não apenas vai se apresentar no Centro de Treinamento como também vai inaugurá-lo depois de ampla reforma.

Dentre os 23 convocados, apenas o lateral-esquerdo Marcelo ganhou permissão para se apresentar na terça porque jogou sua última partida na Europa no sábado, na decisão da Liga dos Campeões. O brasileiro aproveitou o domingo para comemorar o título europeu com os companheiros do Real Madrid.

Somente na Granja Comary os jogadores vão reencontrar a comissão técnica, liderada por Luiz Felipe Scolari. Felipão, o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira e os demais membros da comissão chegaram antes ao Centro de Treinamento.

Em Teresópolis, os jogadores vão dedicar os dois primeiros dias de trabalho aos exames médicos. Nesta segunda, eles terão início às 15 horas. Uma hora depois, jogadores serão destacados para entrevista coletiva.

Antes da estreia na Copa, no dia 12 de junho, contra a Croácia, a seleção farão dois amistosos. No dia 3, o adversário será o Panamá, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Três dias depois, os comandados de Felipão vão encarar a Sérvia, no Morumbi, em São Paulo.

  • MANIFESTAÇÃO DE PROFESSORES MARCA A SAÍDA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DO RIO
    Profissionais da educação do estado e do município do Rio fizeram hoje (26) uma manifestação em frente a um hotel na Ilha do Governador, zona norte, onde alguns jogadores da seleção brasileira se apresentaram nesta manhã antes de seguirem para Teresópolis, na região serrana, onde ficarão concentrados durante toda a fase de treinamentos para a Copa do Mundo. Depois da saída dos atletas, os manifestantes seguiram para o saguão do Terminal 2 do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Antonio Carlos Jobim/Galeão, onde continuaram o protesto.

    Os manifestantes exibiam faixas em inglês e português e cantavam músicas criticando os gastos excessivos com a Copa do Mundo e a ausência de investimento na saúde e na educação. Na saída da seleção brasileira, os professores cercaram o ônibus e colaram adesivos que fazem alusão à greve dos educadores, iniciada no dia 12. Mais de dez carros da Polícia Militar (PM) e do Batalhão de Choque da corporação acompanharam a manifestação.
    http://www.folhadointerior.com.br/

    FELIPÃO DIZ QUE SELEÇÃO NÃO ESTÁ “NEM AÍ” PARA OS PROTESTOS
    Luiz Felipe Scolari cedeu entrevista ao jornal ‘O Estado de S. Paulo’ e disse que os protestos que têm acontecido no país não atingem de forma alguma os jogadores da seleção brasileira de futebol. O técnico disse que eles “não estão nem aí pra isso” e não teme possíveis protestos durante a Copa do Mundo, que começa no próximo dia 12.
    http://www.dm.com.br/texto/178155

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *