Especial Dia das Mães

A MÃE-PROFESSORA 
Doval Tomaz

Doval TomazConheci uma mulher, que não conseguiu ter a oportunidade de estudar como gostaria. Entretanto, ela nunca deixou de reconhecer a importância e a necessidade que a escola e o estudo têm. Então, ela sempre fez o possível para que seu filho tivesse essa chance que não tivera. De tanto ouvir falar que “a escola era a segunda casa” de seu filho, ela transformou a sua casa na “segunda escola” dele.

Como não tinha muito conhecimento sobre alguns daqueles assuntos trabalhados na escola, ela não se arriscava muito em querer explicá-los, quando ele não havia entendido muito bem na sala de aula. Mas acabava de muitas formas, ajudando-o a entendê-los.

Com o pouco que sabia da escrita, da leitura e dos números, ajudou-o a despertar dentro de si, o mesmo gosto pelos estudos. Todos os dias ela olhava os cadernos, verificava as atividades resolvidas e corrigidas, as que faltavam ser resolvidas, os textos lidos e os que ainda iria ler. Lia junto com ele, ou só o ouvia; opinava, comparava…, enfim, contribuía sempre para que ele pudesse refletir e entender melhor aquilo que estavam aprendendo juntos.

Era muito, muito cansativo mesmo. Para ela muito mais. Além de todo o trabalho de casa, ela ainda tinha que acompanhar a vida escolar de seu filho. Porém, ela não se queixava. As vezes não podia mesmo estar ali bem de pertinho, mas ao menos o acompanhava com um simples olhar. As vezes ele não entendia o porque de ter que refazer aquilo tudo em casa, se já haviam feito na escola. As vezes ele até se revoltava: queria mais “liberdade”. Ainda bem que ele a obedecia, naqueles instantes, porque o que ela estava fazendo era construir junto com ele a sua futura liberdade. Se não fosse por tudo isso, hoje ele não seria livre.

Apesar de tantas dificuldades, ela conseguia sempre ver seu filho progredir cada vez mais, a cada ano letivo. Mas, quando ele completou dez anos de idade, aquela dedicada mãe o deixou. Ela partiu para junto de Deus. Foi um duríssimo golpe no coração, na cabeça e nos sonhos de futuro daquele seu filho-aluno. Seu pai, por ter que trabalhar muito para tentar dar conta de sustentá-los, não tinha com fazer o mesmo acompanhamento que a sua mãe lhe deu.

Mas, com muito esforço e dedicação, ela havia conseguido que seu filho também reconhecesse a importância e a necessidade do estudo, dando-lhe suporte para caminhar sozinho, embora ainda tão jovenzinho, procurando aproveitar ao máximo as boas oportunidades que ela não tivera. Ele não desistiu e seguiu em frente, sempre se lembrando dos ensinamentos, dos incentivos, dos afagos e elogios quando acertava tudo, das broncas quando dava aquela preguiça ou quando cometia alguns erros.

Com sua humildade e suas limitações de quem pouco estudou, de quem lutava contra uma epilepsia e das tarefas de dona de casa, ela conseguiu preparar o futuro de seu filho. Futuro esse que muitas vezes foi até seriamente ameaçado pelas influências negativas que o mundo lhe oferecia. Ainda bem que, embora ele se desviasse aqui e ali, ele sempre retomava o caminho certo para sua vida: o caminho que sua mãe-professora lhe ensinou.

Você quer saber qual é o nome dela? Ela se chama VITÓRIA, uma mãe vitoriosa. E o seu filho? Bom, sendo filho de uma vitória, ele só poderia também ter se tornado um vitorioso, como sua mãe sempre planejou e o ajudou a conquistar, acompanhando-lhe com muito interesse na família, na escola, na sociedade, dando-lhe sempre um pouquinho de atenção, valorizando-lhe o esforço, ajudando-o a planejar seu futuro e a torná-lo uma realidade, construído com muitas dificuldades, mas que se tornou bem mais fácil devido ao apoio que sua mãe lhe dera.

Hoje ela não se encontra mais aqui para poder pessoalmente nos contar essa história de vida, mas seu exemplo nos chega hoje, neste momento tão importante em que refletimos a importância da mãe no acompanhamento da vida escolar de seus filhos, para nos lembrar que com sacrifico e dedicação, com confiança em Deus e em si, com esforço pessoal e apoio da família e, principalmente, com muito amor de MÃE, todos poderão também construir uma vida vitoriosa.

  • Parabéns prof. Doval muito lindo seu Artigo, isso só faz com que eu me orgulhe de ter tido você como mestre e um grande amigo, não tive a oportunidade de lhe agradecer por ter contribuido com minha vida acadêmica me orientando no trabalho de conclusão de curso. obrigaada e que Deus lhe abençoe! abraços.

  • Parabéns professor DOVAL, muito interessante e inteligente seu artigo. Sinto muito termos tido pouco tempo de convivência, mas valeu a pena, mas do que nunca admiro o senhor, parabéns.

    • NOSSA DIRETORA CONCEIÇÃO, O TEMPO FOI CURTO, MAS A EXPERIÊNCIA GRANDIOSA! PARABÉNS PELO SEU PROFISSIONALISMO. UM CARINHOSO ABRAÇO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *