Academia Amapaense de Letras elege nova diretoria

A Academia Amapaense de Letras realizou ontem sessão ordinária para escolher a nova diretoria. O escritor e sociólogo Fernando Canto foi aclamado presidente. A posse está marcada para 1º de dezembro, Dia do Laudo Suíço.
A nova diretoria ficou assim constituída: presidente – Fernando Canto; vice-presidente – Paulo Fernando Batista Guerra; secretário – Paulo Tarso; tesoureiro – Rostan Martins; e diretor de biblioteca e arquivo – Nilson Montoril de Araújo.

Fernando Canto faz parte da Academia desde 1988. Ele ocupa a Cadeira nº 4 que tem como patrono Coaracy Gentil Nunes.

Fundada em 21 de junho de 1953. Durante muitos anos a Academia ficou inativa. Voltou a funcionar em 1988, quando o professor e historiador Nilson Montoril de Araújo, foi chamado para reorganizá-la. E hoje a Academia está totalmente organizada, estruturada e com todas as 40 cadeiras ocupadas.
Na reunião de ontem, Nilson foi alvo de emocionados discursos dos “imortais”. Todos reconhecendo o incansável trabalho dele durante todos estes anos à frente da Academia. Ele deixa dia 1º a presidência mas continuará fazendo parte da diretoria. Poderia ser reeleito, mas abriu mão considerando que cumpriu sua missão na presidência e que é hora de passar o bastão adiante. No entanto, estará sempre disposto a contribuir com o silogeu, desta feita como diretor de biblioteca e arquivo, afinal ele é considerado por todos o “eterno guardião da Academia”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.