Coloque na agenda: Dia 1º tem Luau na Samaúma

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) e a Prefeitura Municipal de Macapá (PMM) promoverão a terceira edição do Luau na Samaúma deste ano. Desta vez o evento terá a temática “Anos 60 e 70”. Com música, poesia, gastronomia, exposições de arte, intervenções artísticas e literatura. O encontro multicultural está marcado para o dia 1º de novembro, a partir das 18h, na Praça Samaúma, em frente à Procuradoria-Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco. A iniciativa visa aproximar a população do órgão ministerial, além de favorecer a ocupação do espaço público com lazer, cultura e segurança.

As apresentações musicais do Luau na Samaúma “Anos 60 e 70” tocarão e cantarão canções dessas décadas douradas. O público poderá usar o estacionamento da sede campestre da Maçonaria, em frente à Praça Samaúma, além do entorno do local para estacionar seus automóveis.

Programação:
18h – Esquete teatral “dê sinal de vida” com equipe de arte educadores da Ctmac/PMM
18h30 – Discotecagem Selecta Branks.
19h – apresentação da Banda Musical da Guarda Municipal.
20h – Discotecagem com Charles Charr, da loja de vinis Lado B.
20h30 – Apresentação da cantora Taty Taylor e banda Babilônia.
21h30 – Apresentação da banda Quarteto Casa Nova

Haverá também comercialização de artesanato com a Feira Preta, do Instituto de Igualdade Racial (IMPROIR); do projeto Mulheres que Fazem da Coordenadoria de Mulheres; Feira do Empreendedor Programa Conviver do Habitacional, além de venda de livros, discos de vinil, comidas típicas e de food trucks; exposições de quadros, fotografias, objetos antigos e exposição de carros antigos; mostra de arte da galeria Arte Amazon; grafitagem ao vivo com os artistas Carla Antunes, Tami e Kash; tenda literária com exposição e declamações poéticas com o Movimento Poesia na Boca da Noite e Associação Literária do Amapá (ALIEAP).

Os anos 60 e 70 foram muito importantes em diversos sentidos, representando uma verdadeira revolução nos costumes de época, brilhante produção musical e fortalecimento cultural no Brasil e no mundo. Quem desejar poderá ir à caráter, com roupas destes dois momentos da história.

(Elton Tavares, da Asscom/MP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *