Consulta popular para escolher os patrimônios de Macapá

A fim de identificar o patrimônio histórico de Macapá e tencionar o Poder Executivo a regulamentar a Lei do Estatuto do Patrimônio Artístico e Cultural, o vereador Clécio Luís (PSOL/AP) irá realizar uma consulta popular, que por meio de um questionário (impresso e online) a comunidade poderá apontar o que é patrimônio.  A primeira consulta será realizada durante uma extensa programação na Confraria Tucuju, no dia 4 de fevereiro, data que se comemora os 254 anos da cidade.
A campanha visa ainda, reconhecer e proteger como patrimônio todos os elementos que definem a identidade cultural de Macapá, como práticas, técnicas, expressões, instrumentos, artefatos, objetos, lugares e até pessoas que os indivíduos distinguem como parte integrante da cultura, fazendo com que bens materiais e imateriais de valor cultural, arquitetônico e histórico sejam preservados.
O evento tem como parceiros o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN e a Confraria Tucuju.
Para o vereador, o evento não busca apenas a opinião técnica, mas principalmente a participação direta do povo. “Este é um momento de preservar a memória histórica de Macapá através da manifestação do próprio, avançando para que a identidade cultural se fortaleça. O conceito de patrimônio está no imaginário de cada um, e com o questionário será possível identificá-lo através da consulta popular”, declara Clécio Luís.

São patrimônios materiais: acervos de livros, fotografias, obras de artes, edifícios, praças, ruas, prédios, entre outros.
São patrimônios imateriais: culinárias, lendas, músicas, festas, poesias, cantigas, rituais religiosos, danças, tradições, costumes, lugares extintos, fazeres e outros.

(Danielly Salomão, da Assessoria do vereador Clécio Luís)

  • Até que enfim! Pena que não foi feito isso antes de destruírem nosso centro histórico da antiga Macapá com aquelas casas de estilo colonial.Os entendidos que me corrijam. Lembro que um ex-governador do então Território queria colocar abaixo a Igreja de São José para ampliar a Av. Mendonça Furtado. Que essa Lei seja logo regulamentada!

  • Parabéns vereador nossa cidade está uma maravilha “ô lugar bonito de se viver”; temos um prefeito exa-cassado e ex-papuda governando nossa cidade como se nada tivesse acontecido e nossos vereadores que são eleitos para fiscalizarem os atos do prefeito nada fazem, na verdade Sr. vereador o que o Sr. fez para apurar as denúncias de envolvimento do prefeito no escândalo da operação mãos limpas, no âmbito municipal, fica como sugestão para patrimônio nossas ruas esburacadas e nosso estádio Glicerão,que anda caindo aos pedaços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *