Domingo tem “Roda de Batuque” na orla

É na ilharga do majestoso rio Amazonas, entre o Bar do Nego e o bar Beira-Rio, que vai ecoar o som da viola, dobrador, amassador, caixa de marabaixo, cavaquinho e pandeirão  domingo, a partir das 16h.
Trata-se da I Roda de Batuque. Iniciativa do Grupo Bandaia de Batuque e Marabaixo.
O cantor e compositor João Amorim, integrante do grupo, explica que “a Roda de Batuque é como se fosse uma roda de samba, na mesa, só que em vez de samba, os ritmos são batuque, marabaixo, zouk e cacicó.  É mais uma maneira de massificar a música regional e fortalecer nossa identidade cultural.” E convida todo mundo para em volta da mesa dançar, cantar, sorrir, rodar a saia, tomar gengibirra e festejar a vida e a liberdade. “Todos em volta de uma mesa, sem a formalidade, mas com a sensibilidade que toda a arte traz consigo de encantar e fazer cantar o que temos de melhor na nossa música regional”, ressalta Amorim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *