Feira de livros

No vizinho estado do Pará, a Feira de Livros valoriza, divulga, resgata a literatura paraense. Três estandes são exclusivos de autores paraenses. Nesses foi feita  uma ambientação diferenciada, com objetos e cenários que levam o visitante a conhecer um pouco mais sobre a vida dos autores. O Pará mostra, mais uma vez, que se orgulha da literatura paraense. Diferente do que ocorre no Amapá.
Na Feira de Livros do Amapá não houve um estande sequer para a literatura amapaense e nos estandes das livrarias os lugares de destaque eram para livros de auto-ajuda. Os livros de autores amapaenses ficavam praticamente escondidos nas últimas  e escuras  prateleiras.

Este blog humildemente sugere ao governo do Amapá que mande alguém da organização da Flap conhecer a Feira que está sendo realizada no Pará, troque informações, tenha humildade de aprender e volte com boas ideias para implantar na Flap. Sei do interesse do Governo do Amapá, principalmente de Cláudia Capiberibe, de resgatar, valorizar e estimular a literatura amapaense, mas está faltando experiência – e até boa vontade de alguns – para fazer da Flap uma verdadeira feira de livros, como acontece nos outros estados.

Leia no post abaixo matéria sobre a Feira Pan-Amazônica do Livro do Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *