Marabaixo da Santíssima Trindade

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Imagem da Santíssima Trindade

O pedestal é enfeitado com um terço e fitas coloridas dos promesseiros

Antes da gengibirra, do rufar dos tambores e da dança o festeiro faz uma oração à Santíssima Trindade pedindo proteção para todos que participam do Marabaixo. Após isso todos juntos rezam o Pai Nosso e a Ave Maria. Ouve-se o som das caixas e diante da imagem são cantados os primeiros versos, assim: “Santíssima Trindade venho te louvar/ dá-me a Tua proteção/ na hora que eu precisar.”
Aí a  foguetaria anuncia que o marabaixo está começando, dançadeiras, tiradores de ladrões e tocadores de caixa vão para o meio do salão e começam a tocar, dançar e cantar. E todo mundo entra na roda numa festa que só acaba quando é servida a última dose de gengibirra.
É assim a abertura do Ciclo do Marabaixo, no bairro da Favela.

“Quem tem roupa vai a missa lê lê
quem não tem faz como eu lê lê
Rosa branca açucena lê lê
case com a moça morena lê, lê”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *