Nesta quarta – Seminário “27 anos de Luta e Resistência do Povo Negro do Amapá”

Nesta quarta-feira, 16, inicia a etapa de aprendizagem e troca de experiências do Mês da Consciência Negra 2022. Os educadores Elísia Congó, Marineide Ramos e Marcelo Coimbra irão ministrar o seminário “27 anos de Luta e Resistência do Povo Negro do Amapá”, para estudantes e demais pessoas interessadas.

O tema remete aos 27 anos de Encontro dos Tambores, que começou a ser realizado no ano de 1995, e a primeira edição aconteceu no Quilombo do Curiaú, zona norte de Macapá. No ano de 2015, a Assembleia Legislativa do Amapá reconheceu o evento como Patrimônio Imaterial do Amapá, por iniciativa da deputada Cristina Almeida.

O seminário será no auditório da Escola Estadual Azevedo Costa, no bairro Laguinho, em frente ao Centro de Cultura Negra do Amapá (CCNA), às 10h.

No dia 18, sexta-feira, tem Oficina de Percussão, Caixas e Tambores, sob a coordenação dos instrutores Léo Palheta, Gabriel Ramos e Alex dos Santos. Aberta para a comunidade, a oficina é totalmente prática, com o uso de instrumentos de percussão utilizados nas manifestações tradicionais e religiosas do Amapá.

A oficina será no Terreiro do Pai Salvino, no bairro Pedrinhas, a partir das 14h.

(Texto e foto: Assessoria de Comunicação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.