Novos membros da Academia Amapaense de Letras serão empossados quinta-feira em sessão solene

Posse dos 19 novos imortais da Academia Amapaense de Letras acontece nessa quinta-feira
Por Elton Tavares

A Academia Amapaense de Letras (AAL) realiza, nesta quinta-feira (27), às 19h30, no Centro de Convenções João Batista, Sessão Solene para empossar os acadêmicos eleitos em agosto e setembro de 2022. Com 69 anos de existência, a AAL possui 22 acadêmicos imortais. O atual presidente da entidade é o professor Nilson Montoril de Araújo, e o vice-presidente, o poeta Manuel Bispo Correa.

Os meus muito queridos amigos, Alcinéa Cavalcante e Fernando Canto. Foto: Flávio Cavalcante

Entre os 22 sócios titulares do colegiado (imortais), tenho quatro amigos, os poetas e escritores Carlos Nilson Costa, Fernando Canto, Alcinéa Cavalcante e Paulo Tarso Barros.

Os novos imortais serão:

– Cadeira n° 2 – Patrono: Raimundo Álvares da Costa Eleito: Adaury Salles Farias.
– Cadeira n° 3 – Patrono: Benedito Alves Cardoso Eleito: Ricardo Augusto dos Santos Pontes.
– Cadeira n° 5 – Patronesse: Cora Rola Carvalho Eleita: Maria Ângela da Costa Nunes.
– Cadeira n° 6 – Patrono: Desidério Antônio Coelho Eleito: Tiago de Oliveira Quingosta de Souza.
– Cadeira n°11 – Patrono: Gabriel de Almeida Café Eleito: Ivan Carlo Andrade de Oliveira.
– Cadeira n°13 – Patrono: Gonçalves Tocantins Eleito: Jackson Corrêa da Silva.
– Cadeira n°17 – Patrono: Joaquim Caetano da Silva Eleito: Jadson Luiz Rabelo Porto.
– Cadeira nº18 – Patrono: Joaquim Gomes Diniz Eleito: João Wilson Savino Carvalho.
– Cadeira nº19 – Patrono: João Álvares de Azevêdo Costa Eleita: Maria José Araújo Souza.
– Cadeira n° 21 – Patrono: Jovino Albuquerque Dinoá – Eleito: João Nascimento Barbosa- – -Cadeira nº22 – Patrono: Lucio Solheiro – Eleito: Saulo Carneiro Ribeiro.
– Cadeira n° 24 – Patrono: Francisco Xavier de Mendonça Furtado – Eleito: Ruben Bemerguy.
– Cadeira n° 26 – Patrono: Oscar Santos – Eleito: Edgar de Paula Rodrigues.
– Cadeira n° 27 – Patrono: Otton Accioly Ramos – Eleito: Pastor Oton Miranda de Alencar.
– Cadeira nº 30 – Patrono: Pauxy Gentil Nunes – Eleito: Padre Paulo Roberto da Conceição Matias de Souza
– Cadeira nº 34 – Patrono: Uriel Sales de Araújo – Eleito: Mauro Sérgio Soares Rabelo.
– Cadeira nº 35 – Patrono: Matheus Valente do Couto – Eleito: Cristóvão Tertuliano de Almeida Lins.
– Cadeira nº37 – Patrono: Francisco Xavier da Veiga Cabral Eleita: Raquel Tourinho Braga.
– Cadeira nº 39 – Patrono: Francisco Xavier da Veiga Cabral – Eleito: José Alberto Tostes.

Imortais com os futuros membros – Foto divulgação

Síntese da História
Fundada em 21 de junho de 1953, data escolhida por conta de ser o mesmo dia do aniversário do escritor Machado de Assis, a Academia Amapaense de Letras surgiu como uma entidade civil, sem fins lucrativos e com o objetivo de promover o desenvolvimento literário, cultural, científico e artístico do Amapá. Seu primeiro presidente foi o professor de português e literatura Benedito Alves Cardoso.

A posse da Diretoria aconteceu no dia 5 de julho de 1953, no Cine Teatro Territorial (anexo ao Grupo Escolar Barão do Rio Branco), ocasião em que o Governador Janary Gentil Nunes fez um belo discurso. Por mais de 30 anos o Silogeu ficou desativado, sendo reinstalado em agosto de 1988. Já faleceram 33 dos seus membros.

O Amapá precisa preservar, reconhecer e homenagear seus grandes nomes em todas as áreas de atuação. Meus parabéns aos imortais da AAL, em especial, aos meus amigos de lá.

Serviço:

Posse dos novos imortais da Academia Amapaense de Letras.
Data: 27/10/2022 (Quinta-feira)
Horário: 19h
Local: Centro de Convenções João Batista, Avenida Fab, Nº 86, centro de Macapá.
Entrada: franca.

Elton Tavares – Jornalista e escritor amapaense.
*Com informações de Alcinéa Cavalcante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.