O marabaixo do Amapá em Sampa

Dias 3 e 4 de agosto a cultura amapaense ganha destaque em São Paulo com artistas apresentando os ritmos, músicas e danças no Sesc Pompeia. Noites de Marabaixo é o nome do espetáculo que terá a participação de Patrícia Bastos, Oneide Bastos, Brenda Melo, Finéias Nelluty, Paulinho Bastos, e os grupos Senzalas e Afro Brasil, além dos dançarinos Geandra Bastos e Márcio Santos. Os shows iniciam às 21h, com ingressos  a preços populares.

A presença da cultura amapaense nos palcos paulistas retoma os caminhos abertos por artistas há anos, e que após uma pausa, foram reconquistados, dando visibilidade para a música e tradições do Amapá, e ganhou fôlego maior com a entrada de Patrícia Bastos no cenário nacional. Nos últimos dois anos, artistas populares como do grupo Raízes do Bolão, do quilombo do Curiaú, Paulinho Bastos, e Patrícia Bastos, frequentaram palcos e outros ambientes levando as tradições em forma de música e sons para outros centros do país.

Batom Bacaba
No dia 3, Patrícia Bastos (foto) abre a mostra da cultura amapaense do Noites de Marabaixo, a partir das 21h, lançando o cd Batom Bacaba, com participação especial de Marta e Ná Ozzetti, direção musical de Dante Ozzetti e acompanhada dos músicos Marcelo Effori, Du Moreira, Maria Beraldo, e o percussionista quilombola Nena Silva. Batom Bacaba é o sexto cd de Patrícia, lançado em 2016 em Macapá, Campinas e Rio de Janeiro, que apresenta com uma roupagem moderna o marabaixo, cacicó, batuque e zouk. Neste ano, a intérprete foi indicada pela segunda vez ao Prêmio da Música Brasileira nas categorias Melhor Álbum e Melhor Cantora.

Festa do Quilombo
No segundo dia de Noites de Marabaixo, a denominada Festa do Quilombo será comandada pelos Grupos Senzalas e Afro Brasil, e com a presença de Oneide Bastos, Brenda Melo, Finéias Nelluty  e Silmara Lobato. Todos os artistas que participam deste show têm trabalhos que absorvem das raízes da cultura do marabaixo e batuque a sua identidade, seja no ritmo, canto, dança ou letras,  e este foi o critério para que estejam na mostra que insere definitivamente estes ritmos, mais as influências caribenhas como os também dançantes do zouk e cacicó, como o novo som  do Brasil.

No total, 18 artistas do Amapá estarão no Sesc Pompeia nas duas noites de apresentação, incluindo os dançarinos Geandra Bastos e Márcio Santos, que irão ministrar aulas abertas de dança para  o público . A curadoria é do músico, compositor e arranjador Dante Ozzetti, e a Prefeitura de Macapá é apoiadora da iniciativa.

Serviços:
Noites de Marabaixo
Datas: 3 e 4 de agosto
Hora: 21h
Local : Sesc Pompeia
Ingressos: R$ 9,00 (com credencial plena/trabalhador do comércio e serviços do Sesc e dependentes); R$ 15,00, (pessoas com mais de 60 anos, estudantes e professores da rede pública); R$ 30,00 (inteira).

(Texto: Mariléia Maciel – Fotos: Max Renê e Aydano Fonseca)

  • E os verdadeiros fundadores e dançarinos do marabaixo? Eles vão participar desta programação ou estes artistas acima citados vão se promover as custas da nossa cultura, deixando de lado os verdadeiros fundadores desta linda cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *