Os poetas também fazem rir

Esta eu li numa edição da Revista Rumo de outubro de 1959

O poeta Aluízio Cunha – que era funcionário do gabinete do governador do então Território Federal do Amapá – resolveu após vários anos de cogitação, fazer uma granja no bairro do Laguinho.
Acontece que, logo no dia seguinte ao da inauguração, era sábado e seus colegas de trabalho Conceição e Marinho estavam sem dinheiro, doença que consideram das piores para quem sabe aproveitar a vida.
Marinho então, em nome dos dois, dirigiu o seguinte vale ao Aluízio:

Senhor Aluízio Cunha,
mui digno proprietário
duma granja, no Laguinho!
Está faltando dinheiro
tanto para o Conceição
como para o poeta Marinho.
Achamos, por isso mesmo,
que o senhor, que é criador
e está com a vida folgada,
poderá, perfeitamente,
num gesto nobre e louvável,
nos afastar da enrascada.
Como já disse o ditado,
“se no céu vale quem presta,
na terra vale quem tem”.
Mostre então o seu valor,
não nos deixe sem cerveja,
pois sede mata também.

  • Amei “Os poetas também fazem rir”! Uma passada na história do Amapá com gotas pitorescas de humor. Parabéns, Alcinéa! Teu blog sempre trazendo essas delícias pra gente.

  • DO AMAPÁ AO XAXADO

    Desculpe, há um intruso no Ceará!
    Caboclo marabaixo e gaiato.
    Em plena terra de Luiz Gonzaga,
    Desafia o Cearense no xaxado!

    Não sei de onde veio à ideia,
    Dos passos de xaxado dançar!
    Compadre Lampião, lá de cima disse,
    Esse cabra podia no meu bando entrar!

    Disse-lhe então Maria Bonita,
    Cuidado, não se iluda Virgulino Lampião!
    Esse cabra não é daqui e só dança marabaixo,
    Não é do Sertão; está de passagem, é lá do Mazagão.

    Compadre Lampião meio desconsertado,
    Disse a São Pedro; aprendi e sei que não tombo.
    No tempo que corria na caatinga do sertão,
    Desse cabra tirava uma tira do lombo!

    São Pedro retrucou e lhe disse baixinho,
    Já esqueceste que aqui há preces e afago?!
    Esse cabra que queres tirar uma tira do lombo,
    É protegido e é lá da terra de São Tiago!

    João Aires da Silva
    Beberibe/CE
    14.12.2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *