Sábado e domingo tem Marabaixo

Final de semana tem Ciclo do Marabaixo no Laguinho e Favela
Mariléia Maciel

O Ciclo do Marabaixo continua neste final de semana nos bairros Laguinho e Santa Rita, a conhecida Favela, dando prosseguimento aos festejos que iniciaram na semana Santa e só encerram no dia de Corpus Christi. São quatros pontos onde a tradição se mantém, resguardada pelas famílias e com participação da comunidade, dois em cada bairro. Dia 24 é o Sábado do Mastro, quando todos os grupos e festeiros seguem para o Quilombo do Curiaú. No Domingo do Mastro a programação continua individualmente.

A Favela festeja a Santíssima Trindade dos Inocentes na casa da dona Natalina Costa e da família de Dica do Congó, que trouxeram o marabaixo do centro de Macapá para o bairro. Algumas alterações foram feitas para que os festejos continuassem sem criar problemas com a comunidade, como o costume de soltar fogos que hoje só são permitidos até 22h, volume do som, sem alterar, e os bailes de sócios que foram substituídos pelas rodadas de marabaixo porque estes às vezes acabavam em confusão. As ladainhas e missa continuam como antigamente.

No Laguinho os festejos para a Santíssima Trindade e Divino Espírito Santo são de responsabilidade da família do Mestre Pavão e da Tia Biló, todos descendentes de Mestre Julião Ramos. Mais tradicional, eles continuam os festejos como no início, em louvor à Santíssima Trindade e Divino Espírito Santo, com rodas de marabaixo, ladainhas, missa e bailes dos sócios.

Neste final de semana os quatro grupos seguem para as matas do Curiaú para retirar os mastros. Na Favela a tradição é tirar dois mastros para a Santíssima Trindade, mas o Berço do Marabaixo trabalha a conscientização ambiental e retira somente um, o outro é de fibra. O grupo Azebic – Associação Zeca e Bibi Costa, mantém o costume e retira os dois. Cada grupo do Laguinho retira quatro mastros, dois para a Santíssima e dois para o Divino. Após a retirada os grupos fazem os festejos nas casas, que continuam dia 25, Domingo do Mastro.

Programação
Dia 24 – Sábado do Mastro

Todos os grupos
09h – Retirada dos mastros no Quilombo do Curiaú
16h – Marabaixo do Mastro – Casa da dona Natalina Costa (Favela)

Dia 25 – Domingo do Mastro
10h – Casa da Tia Biló e Casa do Mestre Pavão (Laguinho)
16h – Barracão da Dica do Congó (Favela)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *