Os prefeitos eleitos

Pedra Branca do Amapari
Gemaque (DEM) – 98,25% dos votos

Amapá
Dr. Assis – 47.73%

Calçoene
Lucimar  (PMDB)- 57,15%

Cutias
Professora Eliane Pimentel – 35,16%

Ferreira Gomes
Valdo (PT) – 39,59%

Itaubal
Ester (PSB) – 50,26%

Laranjal do Jari
Zeca Madeireiro (PP) – 23,82%

Mazagão
Dilson Borges (PMDB) – 30,42%

Oiapoque
Miguel do Posto (PSB) – 47,88%

Porto Grande
Tonho (PCdoB) – 27,44%

Pracuuba
Junior Leite (PT) – 33,54%

Santana
Robson Rocha (PTB) – 41,78%

Serra do Navio
Zé Maria (PSB) – 33,05

Tartarugalzinho
Almir – 38,76%

Vitória do Jari
Dielson (PT) – 61,67%

 

  • Verdade Jose Ubiratam , ele perdeu com essa diferença mesmo, só que os votos da Socorro não foram computados por que falta decisão da justiça, mas eu creio que a Socorro vai assumir .

  • O PDT se resume a Macapá, não ganhou em nenhum outro município. O PT se manteve em 3 municípios, porém perdeu em Santana. O PSB fez três prefeitos no interior, mas fracassou em Macapá. Os Borges (PMDB) irão usar e abusar de Mazagão, coitado dos munícipes daquele tradicional município. Em Vitória do Jari o povo colocou um ponto final na dinastia Beirão, ainda bem. O PCdoB conseguiu pela primeira vez no Amapá eleger um prefeito, a disputa foi apertada mas o Tonho varou. Vitórias expressivas só nos municípios de Calçoene, Vitória do Jari, Itaubal, Oiapoque e Amapá. Já em Pedra Branca a decisão será no tapetão.
    Roberto sai na frente na disputa de 2º turno, Psol terá uma parada indigesta, nada que Randoufe não possa resolver, pois ele é muito bom de articulação junto aos diversos setores de nossa sociedade: da esquerda radical aos burgueses corruptos de nosso estado, é esperar prá ver.

  • O candidato Gemaque (DEM) perdeu com uma diferença de quase 1000 votos pra prefeita Socorro Pelaes os votos não foram computados pq falta decisão da justiça!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *