PT vai recorrer da decisão do TSE

Líder nas pesquisas de intenção de votos (36% no Ibope de hoje), o senador João Capiberibe (PSB), candidato ao governo do Amapá, que tem como vice o advogado Marco Roberto, do PT, pode não ter seus votos computados na eleição de domingo. É que em na sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira (5), o TSE manteve decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) que, há um mês exatamente, indeferiu pedidos de registro do Partido dos Trabalhadores (PT) e de seus filiados para participar das eleições proporcionais e majoritárias deste ano por falta de prestação de contas do diretório regional do Amapá.
À época da convenção que aprovou a coligação com o PSB e o nome de Marco Roberto para vice de João Capiberibe e os dois suplentes de Janete Capiberibe (PSB) para o Senado, o Diretório do PT estava com registro suspenso no Amapá por ausência de prestação de contas na Justiça Eleitoral.
Em setembro quando os registros de candidaturas do PT foram indeferidos, o Ministério Público Eleitoral informou que PSB foi considerado apto a concorrer e deveria retificar o pedido de registro de candidatos para concorrer isoladamente. Mas o PSB não o fez. O PT recorreu e começou a pagar a dívida.
O presidente estadual do PT, Antonio Nogueira, disse ao blog que dessa decisão de hoje do TSE cabe recurso ao STF através de várias medidas que podem resolver a questão, até mesmo no domingo.

Em nota o  PSB ressaltou que o que foi tratado hoje no TSE foi a participação do PT nas eleições e não do PSB e que ainda cabe recurso “por isso a campanha segue em frente”.

  • Mesmo não votando, qualquer que seja o cargo, em candidatos do PSB, respeito a inteligência do João Alberto Capiberibe. Hoje constato que o ditado popular de que “todos possuem seus momentos de “bobeira” (pode ser substituído por “burrice”, “imbecilidade”…)”, quando do primeiro entrave, deveria ter “largado” o PT seguido em campanha solo. Porém, quando solo, imaginou que resolveria seu problema, mas não de sua esposa e filho que correm o risco de não se elegerem, pois tenho certeza que seriam (ou serão)”atropelados” por outros candidatos.
    Com a decisão de manter a coligação PSB/PT SE DANOU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *