Várias pessoas são presas em flagrante por transporte de eleitor. Em um dos veículos foram encontradas munições de calibre 12

A Polícia Civil prendeu neste domingo (2/10), em Macapá, um homem que transportava em um veículo seis eleitores, oriundos de um conjunto habitacional na Zona Norte da Cidade.

A equipe de policiais observou a ocorrência ao visualizar, no trânsito, o carro com número excessivo de passageiros. Os policiais abordaram o veículo e perceberam que o motorista transportava consigo diversos santinhos de um candidato ao Senado. Nesses santinhos, havia, também, uma “cola” com o número de candidato a deputado federal, estadual e governador.

A equipe conduziu todos os que estavam no veículo a Superintendência Regional da Polícia Federal, onde as pessoas foram ouvidas. Foi realizado o procedimento de flagrante por transporte irregular de eleitores.

Mais tarde, outra equipe da Polícia Civil chegou à PF com mais um conduzido. Dessa vez, a equipe relatou que recebeu denúncia de um cidadão que passava próximo à equipe policial e reportou a presença de um veículo em atitude suspeita.

Quando a equipe abordou o carro, dois ocupantes fugiram, escondendo-se em uma casa. Os policiais iniciaram perseguição e conseguiram capturar os homens, que obedeceram ao aos comandos policiais e saíram da casa a qual, segundo eles, não sabiam quem seria proprietário.

Junto desses abordados, foram encontrados diversos “santinhos” com indicações para candidatos a Deputado Estadual e Deputado Federal, bem como três munições de calibre 12. Havia, no carro, três eleitores que estavam sendo conduzidos irregularmente para votação. Na Superintendência, verificou-se que os eleitores estavam com os títulos de eleitor vencidos, então o Delegado de plantão indiciou um dos conduzidos apenas pelo porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, tendo como pena de 2 a 4 anos de reclusão, mais pagamento de multa.

Em outra ação, o Ministério Público de Santana/AP prendeu na manhã deste domingo (2/10), naquele município, um motorista de aplicativo quando transportava dois eleitores.

A equipe observou a ocorrência ao visualizar um dos passageiros descendo do carro e descartando um “santinho” ao ver a equipe do Ministério Público. A ação levantou suspeita, e o motorista foi abordado por policiais militares.

Quando o veículo foi vistoriado, encontraram diversos santinhos e havia, também, “cola” com o número de candidato a deputado federal, estadual e governador. A equipe conduziu todos os que estavam a bordo do veículo para a PF, onde as pessoas foram ouvidas.

Foi realizado o procedimento de flagrante por transporte irregular de eleitores. Um dos conduzidos informou à PF que ele estava trabalhando para uma determinada pessoa que ocupa, atualmente, o cargo de Deputado Estadual do Amapá e é candidato a reeleição.

Em outra ocorrência, uma equipe da Polícia Federal prendeu, na manhã deste domingo (2/10), duas pessoas que estavam fazendo transporte irregular de eleitores em Macapá. Ao abordar o veículo, a equipe constatou que os homens haviam acabado de desembarcar três eleitores e, dentro do carro, havia diversos “santinhos” de candidatos para Deputado Estadual e Federal. Um dos conduzidos relatou à equipe policial que trabalhava como assessor de um deputado estadual, do qual ele estava pedindo votos para reeleição.

A mesma equipe, minutos depois, ao passar em frente a uma escola, observou um veículo estacionado em frente, com duas pessoas suspeitas embarcando. Os policiais abordaram o carro e encontraram diversos “santinhos”, bem como caderneta com uma lista de nomes. Quando questionado sobre o material, o motorista confessou que estava fazendo transporte irregular de eleitores e foi conduzido para a Polícia Federal.

(Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.