Amanhã tem jazz na ilharga do maior rio do mundo

Dia Internacional do Jazz será celebrado em Macapá na beira do rio Amazonas
Por Mariléia Maciel

A orla do rio Amazonas continua o cenário perfeito para curtir música de qualidade em Macapá, e no Bar e Restaurante Norte das Águas, será comemorando o Dia Internacional do Jazz, seguindo a tendência mundial, que no dia 30 de abril, festeja o estilo. A data começou a ser celebrada em 2011, por atitude da Unesco e do Thelonious Monk Institute. Em Macapá, o Coletivo Jazz Amapá está a frente do evento, sob a coordenação de Finéias Nelluty.

Instrumentista e incentivador da formação de plateia para o jazz, Finéias irá concentrar no palco grandes artistas e formações do gênero, como  Grupo Amazon Music, Projeto Tumucumaque, Israel Cardoso, Fábio Costa, Daví Kohls, Trio Canícula Blues, Carvô Jazz, Heberson Fernandes e Robson Costa. “É a celebração do trabalho que fazemos há alguns anos e tem surtido efeito positivo, que é fazer com que mais pessoas conheçam e se apaixonem por jazz, que é uma música de conexão universal”.

No Brasil, o jazz passa de geração para geração, de músicos e plateia, alçando o país ao patamar dos centros da cultura jazz mundial. Assim como em Macapá, muitas cidades estarão dedicando a noite desta terça-feira ao jazz.  O embaixador da Unesco Herbie Hancock, diz que o jazz silencia todos os tipos de opressão. “Estes conceitos nos move a promover este grandioso evento no Amapá”, acentua Finéias.

Grupo Amazon Music

Às 19h o evento inicia com o Projeto Tumucumaque, regido pelo musico Diogo Lamarão, seguido dos demais convidados. A coordenação da celebração no Brasil tem a  assinatura de Teca Macedo, e o Amapá estará conectado com os estados que aderem ao Dia Internacional do Jazz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *