Adeus, meu amigo e grande craque Norberto

Moleque do Formigueiro, grande craque do futebol amapaense, amigo de sorriso largo, contador de histórias e de causos, meu  amigo Norberto Tavares faleceu hoje, aos 62 anos. Doente renal crônico, o coração dele parou de bater, em sua própria casa, quando a manhã chegou molhada de chuva e uma chuva de lágrimas molhou meu rosto quando recebi a triste notícia.
Norberto era meu amigo desde os tempos de adolescência. Sua mulher, Ana Maria, minha amiga desde os tempos de escola. Lembro dele indo buscar a Ana no Colégio Amapaense, no final da aula. E muitas vezes lá vínhamos os três descendo a Favela até a casa da Ana, na Odilardo Silva. De lá pra minha casa eu seguia só e eles ficavam namorando na frente da casa dela.
Na década de 70 Norberto era um dos maiores craques do futebol amapaense e  eu repórter esportiva. Ah, entrevistei-o várias vezes, a entrevista virava papo de amigos, com risos, afetos e alguns “offs”.

beto10Filho do Wenceslau do Espírito Santo, o  “Dezesseis″ – que foi também jogador de futebol -, Noberto iniciou sua carreira futebolística ainda menino no time do Formigueiro. Seu talento, levou-o a grandes clubes como o Amapá e o São José. E, claro, fez parte da Seleção Amapaense. Filho de dona Guíta Preta, famosa dançarina de marabaixo, Norberto herdou dela o amor pelas nossas tradições e foi um dos idealizadores e fundadores da Confraria Tucuju, entidade criada para resgatar, valorizar e estimular a cultura amapaense.
Mesmo doente, Norberto não perdia um evento na Confraria Tucuju – onde era recebido sempre com “tapete vermelho”. Esteve lá no último dia 4 participando do aniversário da cidade.

Sábado, 15, na reinauguração do Zerão foi homenageado pelo governador Camilo Capiberibe junto com outros grandes craques do passado. Os amigos contam que ele estava muito feliz naquele dia no Zerão. Aliás, Norberto – apesar dos sérios problemas de saúde que enfrentava – não vivia se lamentando, se queixando, reclamando da vida.

É esse Norberto, craque, alegre, amigo que guardarei sempre num lugar especial do meu coração.

beto8Norberto faz parte da paisagem da praça Veiga Cabral. Nas manhãs de domingo ele e os amigos se encontravam  na Banca do Dorimar,  para falar  de política, futebol, contar  causos, piadas e histórias e declarar amor por Macapá. Essa foto é de janeiro do ano passado.

beto11No time do Formigueiro ainda menino

OLYMPUS DIGITAL CAMERANorberto e o cronista esportivo João Silva. Fiz essa foto deles ano passado na Praça Veiga Cabral.
João Silva – que sabe tudo de futebol – conta que Norberto ganhou o apelido de “Capeta” devido sua “ligeireza e sede de gol que atazanava a grande área dos adversários”

E agora, terminando este post, vou lá na capela São José (rua Jovino Dinoá c/ Cora de Carvalho) onde o  corpo do grande craque está sendo velado.
O que direi para minha amiga Ana Maria neste momento de profunda dor? Não sei. Talvez não diga nada. Apenas lhe abraçarei com um abraço tão amplo que nele caberão todas as palavras sem necessidade de dizê-las.

O sepultamento será amanhã, às 11h, no Cemitério N.S. da Conceição (Centro).

  • mas uma vez quero deixar os meus sentimentos a familia e dizer meu parceiro foram mas de dois anos jogando juntos pelo amapá clube, mas mesmo ja nos termos parados não esquecemos aquela amizade que sempre nos colocou juntos nos gramados do clicerio marques onde tivemos muitas alegrias descanse em paz capetinha Deus te ama assim como nos.

  • claro que tive o prezer de conviver com norberto jogamos juntos no amapá clube me lembro que quando iamos corer na rodovia macapa, santana ele pegava carona no meio da viagem era malando so que na hora ele resolvia pra egente la no ataque com seus gois agente atraz so fasiamos segura, eu fiquei muito triste pela passagem de umgtande parceiro mas Deus deve ter reservai um lugarzinho junto dele pro meu parceiro norberto.

  • Obrigada pelo carinho de todos que aqui estão declarando admiração e amizade pelo meu pai, especialmente para a Alcinéa por essa matéria belíssima, li cada comentário e fui enchendo de orgulho e emoção não podendo conter as lágrimas, vocês conseguiram retratar perfeitamente meu pai, pessoa que tinha defeitos sim, mas que as qualidades com certezas superavam, maior do que seu sorriso só o seu coração, generoso, caridoso, enfim… Muito obrigada por essa homenagem!!!!

  • Estive com o Norberto há 2 anos atrás quando fui a Macapá pra visitar minha mãe, parentes e amigos.Foi meu amigo de infância e de uma convivência esplendorosa, cheia de fraternidade.Era um ano mais velho do que eu, mas isso nunca passou de um detalhe.Todos nós amapaenses perdemos um homem de bem, filho de uma familia das mais dignas que conheci.Meu conforto pra seus familiares e que Deus cuide do Norbertinho com o carinho que sempre lhe dispensamos.Vai em paz, amigo.
    Luiz Façanha

  • Ao amigo,

    Eu não fui ao velório. Eu não quero contar essa história que te vi deitado, morto. Aguardando a hora para te colocarem naquele buraco ou naquela gaveta. Não guardar na memória isso. Quero sempre lembrar de ti com o teu sorriso maroto, garoto.
    Vá com Deus!

  • Insofismavelmente nossas reuniões de longos bate-papos não serão mais os mesmos com a ausência (celestial) de nosso querido Norberto Tavares. Norbertinho gostava de mais ouvir e na hora certa dava suas opiniões construtivas quando não admitia conversas injustas pra quem quer que fosse quando a pessoa não se encontrava presente, e isso notei muitas vezes quando estávamos juntos com outros amigos. Infelizmente perde o marabaixo, o futebol, a cultura e pra se sintetizar, principalmente a Confraria Tucuju, que mesmo acometido de seu problema de saúde, procurava se esforçar para colaborar, mas, a fragilidade inibia-o de colaborar intensamente na Confraria.
    Macapá está de luto!
    Fique com Deus, meu amigo Norberto!

  • Ficarão as lembranças da transmissão de alegria, através do sorriso largo e expontâneo.
    Meus sentimentos à família.

  • Que bela homenagem. O Norberto também foi meu colega na adolescência, a quem aprendi a admirar não apenas seus talento sofisticado n o futebol, mas acima de tudo a serenidade de seu estilo de vida.
    Alcione

  • Minhas condolências à família do Norberto! O Amapá perde um grande amapaense! Que Deus conforte, a Ana e filhos.

  • A constelação esportiva e cultural amapaense perdeu uma de suas mais brilhantes estrelas. Ao longo de nossas vidas, já que tínhamos a mesma idade, aprendi a admirá-lo e respeitá-lo, jamais esquecerei nossa forma cumprimento com “nobre amigo”, portanto meu estimado e caro amigo, Terêncio (Tribuno Romano), disse : é melhor chorar por não ter vencido, do que ter a vergonha de não ter lutado.
    Em face do desenlace, conformemo-nos com a certeza de que a morte não é o fim, é apenas uma passagem para a eterna Mansão dos Céus.
    Vai em paz, meu nobre amigo

  • Alcinea, na hora que eu soube a noticia pelo telefone, eu estava vendo exatamente no seu blog essa linda flor do seu jardim….e ai, eu me lembrei daquele “sorriso moleque, travesso e divertido” que ele tinha… tão alegre e colorido como essa bela flor….como já disse no blog do João Silva e repito….
    “Eu perco um amigo de longa data com quem tive o prazer de viver bons e inesquecíveis momentos…..Solidarizo-me com a Ana, seus filhos e seus amigos sempre tão queridos por ele….Descanse em paz!”…..

    • Brasilia/DF, 24 de fevereiro de 2014.
      Ao meu amigo e irmão Norberto.
      Tive também o privilegio de conviver junto com você parte de minha infância, inclusive integrando o time do Formigueiro. Realmente fostes “o moleque do Formigueiro”. Dali brotaram grandes craques do futebol amapaense, valendo citar Cazé, Olivar, dentre outros, da qual você também formava. Sem, dúvida, deixastes a tua historia marcada e definida, por vários predicados, tais como, a humildade, a dignidade e a amizade. Tudo isso amigo basta para um homem, e fostes sempre assim. Peço licença apenas para citar trechos de uma mensagem de Santo Agostinho, creio que conhecida de todos: “A morte não é nada:
      A morte não é nada
      Eu somente passei
      para o ouro lado do Caminho.
      Me dêem o nome
      que vocês sempre me deram
      falem comigo
      como vocês sempre fizeram
      Vocês continuam vivendo
      no mundo das criaturas,
      eu estou vivendo no mundo do Criador

      Rezem, sorriam, pensem em mim
      Rezem por mim
      Eu não estou longe,
      apenas estou do outro lado do Caminho…
      Você que ai ficou, siga em frente, a vida
      continua, linda e bela como sempre foi”.
      Segura na mão de Deus e vai amigo.
      Amigos para sempre. Jonatas Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *