8 mentiras que te contaram sobre o mundo dos vinhos – Renato Salviano

8 mentiras que te contaram sobre o mundo dos vinhos
Renato Salviano

Hoje é 1º de abril, o famoso DIA DA MENTIRA, e como em todo lugar, no mundo dos vinhos também temos umas “fake news” conhecidas e que precisam ser desmentidas não só hoje, mas todos os dias.

Separei, dentre diversas mentiras, 8 que são muito comuns e que todo bebedor de vinho, iniciante ou não, já ouviu – e até acreditou. Vamos lá?

1- VINHO PODE SER FEITO DE QUALQUER FRUTA: como TUDO em nosso país, também temos legislação para tratar sobre o vinho! De acordo com a Lei nº 7.678/1988, em seu Art. 3º: Vinho é a bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto simples de uva sã, fresca e madura. Hoje no mercado há vários produtos que utilizam o nome vinho mas que são feitos de fermentados de outras frutas. Embora sejam interessantes e tenham qualidade, todavia, vinho de verdade é somente aquele feito a partir de uvas!

2- VINHO COM VEDAÇÃO DE ROSCA NÃO PRESTA: puro preconceito! Atravessamos uma crise ambiental sem precedentes, e é preciso levar em consideração que a rolha de cortiça é feita de árvores. Portanto, cada vez mais veremos a utilização de vedação por screw cap, ou rosca. Isso não significa que o produto seja de menor qualidade, muito pelo contrário.

3- VINHO BRASILEIRO É MAIS CARO: o Brasil sofre com uma carga tributária monstruosa, porém assim como em qualquer outro país produtor de vinho, temos aqueles baratos (de entrada) e mais caros (ícones das vinícolas). Tenho certeza que em uma degustação às cegas, muitos vinhos nacionais vão dar baile em argentinos e chilenos que a maioria dos bebedores endeusam, e o preço pode ser beeem mais em conta!

4- QUANTO MAIS VELHO, MELHOR: balela! A grande maioria dos vinhos é feita para ser consumida em até 5 anos, o que chamamos de vinhos jovens ou para consumo imediato. Posso te garantir que menos de 10% dos vinhos elaborados no mundo suportam guarda de mais de 10 anos. Portanto, a grande maioria é feita para ser consumida rápida, e não vai melhorar ou ganhar com a idade, pelo contrário!

5- QUANTO MAIOR O % ALCOÓLICO, MELHOR: a qualidade de um vinho é medida por diversos fatores, não só álcool: leva-se em consideração complexidade, intensidade, tipicidade, equilíbrio entre os componentes e persistência. Como você pode ver, a qualidade vai muito além do alto teor alcoólico. Basta observar que muitos dos melhores e mais caros vinhos do mundo não possuem muito grande graduação de álcool.

6- VINHO ROSÉ É PARA MULHER: já passou da hora de achar que vinho rosé é vinho para mulheres. Primeiro que vinho de mulher é aquele que ela quiser; segundo, que vinhos rosés podem ser complexos e muito bem elaborados, agradando a todos os gêneros. Chega de achar que um tipo de vinho é específico para um determinado público.

7- OS MELHORES VINHOS ESTÃO NAS MAIORES E MAIS PESADAS GARRAFAS: posso falar? Na maioria das vezes isso é uma jogada de marketing para que você pense exatamente isso é pague a mais pelo produto. É inegável que garrafas mais pesadas são mais caras e, portanto deixam o produto final com um custo maior. Porém, isso não significa que o vinho terá muita qualidade. No mercado, tem muito vinho de 150 reais bem melhor que alguns de garrafa pesada vendidos a 500 reais. Fique atento!

8- VINHO NÃO É BEBIDA PARA O DIA A DIA: essa é uma das maiores mentiras. Muito além de uma bebida para ocasiões especiais, vinho pode ser bebido a qualquer momento: uma tarde ensolarada, um dia chuvoso, no meio da semana com uma pizza despretensiosa. Basta você saber escolher o vinho certo! E nisso, eu posso e quero te ajudar!

E você? Já caiu em alguma dessas mentiras? Conhece outras? Me conta!!

Você pode entrar em contato comigo pelo Twitter @RenatoSalviano ou pelos Instagrams @RenatoSalviano e @BoutiqueVinhoeCia. Vai ser muito legal tirar suas dúvidas e conhecer suas experiências. Até semana que vem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.